domingo, 28 de julho de 2019

Coronel Armando perde a paciência e humilha petistas ao mencionar vexame de Lula e esquerdistas



No decorrer de audiência realizada na Comissão de Relações Exteriores da Câmara dos Deputados para discutir o caso de apreensão de drogas em avião da FAB, o General Heleno, ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional do Governo Bolsonaro, foi interpelado por parlamentares petistas com acusações sem fundamento. O deputado federal Coronel Armando, do PSL - partido do presidente Jair Bolsonaro -, rebateu. Ele foi acompanhado pelo deputado Coronel Chrisóstomo.

"Nós gostaríamos de poder expulsar as pessoas que integram as Forças Armadas e se envolvem com drogas. (...) A imagem do Brasil foi marcada pelos escândalos de corrupção descobertos pela Lava Jato, tornando-se referência mundial. Vamos dar uma oportunidade para este governo mudar este país. Quem envergonha o país são presidentes que se apresentam em público bêbados e com a calça urinada, que fazem caretas em eventos internacionais!", asseverou Coronel Armando.

"Não um presidente firme, que representa o país como uma pessoa muito séria. Ninguém nunca viu o presidente Bolsonaro dando esse vexame que vocês [petistas] agora omitem! (...) O Brasil não quer proteção a bandido que é feita por esse partido. O Brasil quer que as leis sejam cumpridas!", complementou.

"Como militar, ex-diretor de Segurança de empresa privada  e professor de Pós-Graduação em segurança, gostaria de lembrar que não existe segurança perfeita. Basta lembrar como nos EUA, com todas as condições deles, não tem condições de fazerem uma segurança perfeita", salientou.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...