terça-feira, 30 de julho de 2019

Em pronunciamento, Bolsonaro volta a retrucar jornalista sobre corte de cabelo e homenageia Paulo Guedes



O presidente Jair Bolsonaro discursou durante a cerimônia de Modernização das Normas da Saúde e Segurança do Trabalho. O presidente lembrou que sua compreensão dos temas ligados ao trabalho evoluiu ao longo de sua carreira, culminando com a indicação do ministro Paulo Guedes para um superministério. 

“Ter o Paulo Guedes à frente de um grande ministério que juntou Fazenda, Planejamento, Indústria e Comércio, e Trabalho. Então, resolvemos fundir esses 4 ministérios. Acredito 100% no Paulo Guedes, e está dando certo. E o que ele está fazendo agora, juntamente com o Rogério Marinho? Paulo Guedes pensa que nós devemos acreditar 100% no empreendedor, retirando essas normas”, disse Bolsonaro 

O presidente afirmou que o Brasil precisa destravar, desburocratizar. Bolsonaro lembrou que, por volta de 2014, houve uma “sanha do trabalho escravo”, criando situações em que pequenos detalhes das acomodações podem levar um cidadão a perder sua propriedade. E questionou: “Quem tem coragem de investir em um país como este aqui? Ninguém!”. 

Para Bolsonaro, a revogação e o aperfeiçoamento dessas normas são muito bem-vindos e podem destravar a nossa economia e nos levar à prosperidade. O presidente desejou: “Quem sabe, ser patrão pode se tornar algo saudável no Brasil. E também diminuímos a distância entre patrão e empregado. Porque a luta de classes, como é pregada pela esquerda, também é patrão contra trabalhador”.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...