quarta-feira, 24 de julho de 2019

MANDANTES: Álvaro Dias expõe quem está 'apavorado' com prisão de hackers do celular de Sergio Moro



Em transmissão ao vivo, o senador Álvaro Dias pronunciou-se a respeito da prisão dos supostos hackers do aparelho de celular e de contas de Telegram de Sergio Moro e de membros da Operação Lava Jato.

"Tivemos a prisão desses quatro supostos envolvidos no vazamento de mensagens do aplicativo Telegram. Antes, um juiz se deslocava até o gabinete para conversas com um procurador. Hoje, se faz com maior facilidade e agilidade através do Whatsapp ou do Telegram", principiou.

"A espetaculosidade toda [do site The Intercept] não alcançou o que se imaginava. Uma divulgação a conta-gotas, em capítulos, como se fosse a novela 'A Montanha que Pariu um Rato'. Anuncia-se algo bombástico, mas não se alcança a expectativa", qualificou.

No ensejo, ele destacou a probabilidade de existência de mandantes. "Obviamente, o interesse é financeiro. Os que fizeram estavam recebendo para isso. Um trabalho sujo. Um trabalho criminoso. Que confronta a legislação do país. Uma bisbilhotagem à privacidade alheia. Um crime. Certamente, o objetivo deles era o dinheiro. Portanto, eles terão que apontar os patrocinadores, os responsáveis maiores pelo crime", asseverou.

O parlamentar voltou a comentar, ademais, a polêmica decisão de Toffoli no que tange ao COAF. "É um assunto muito importante. Envolve muitos interesses. Não só daquele que já foi condenado e está preso, que sempre tem a esperança e o sonho de rever decisões judiciais competentes, mas também daqueles que estão sendo investigados e querem ver o COAF longe, para que a investigação não se complete. Há, ainda, os que já foram indiciados e ficam esperançosos de que uma decisão como essa possa anular tudo, fazendo prevalecer a impunidade".
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...