quarta-feira, 24 de julho de 2019

Moro ironiza ‘fontes’ de quem divulgou supostos diálogos e manifesta preocupação com o alcance do grupo criminoso


Imagem: Produção Ilustrativa / Folha Política
O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, manifestou preocupação com o tamanho da organização criminosa envolvida no hackeamento do seu celular e de outras autoridades. O ministro apontou que o grupo realizou 5.616 ligações suspeitas de serem hackeamentos. Moro também alfinetou os veículos que publicaram supostos diálogos de autoridades, apontando que entre os integrantes do grupo há criminosos habituais, que foram considerados pelos veículos como fontes confiáveis. 

Ouça: 


Leia o texto do ministro Sérgio Moro:

Parabenizo a Polícia Federal pela investigação do grupo de hackers, assim como o MPF e a Justiça Federal. Pessoas com antecedentes criminais, envolvidas em várias espécies de crimes. Elas, a fonte de confiança daqueles que divulgaram as supostas mensagens obtidas por crime.
Leio, na decisão do Juiz, a referência a 5.616 ligações efetuadas pelo grupo com o mesmo modus operandi e suspeitas, portanto, de serem hackeamentos. Meu terminal só recebeu três. Preocupante.
Leia também:

Veja também: 








Gazeta Social 
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...