sexta-feira, 12 de julho de 2019

Presidente Bolsonaro se pronuncia sobre atentado, Adélio e investigação da Polícia Federal



Após a solenidade de posse do novo Diretor-Geral da Abin, o presidente Jair Bolsonaro concedeu uma entrevista coletiva em que tratou de diversos assuntos. O presidente foi muito questionado sobre a possibilidade de nomear seu filho, Eduardo Bolsonaro, para o cargo de embaixador do Brasil nos Estados Unidos. Bolsonaro disse que acredita que Eduardo é uma pessoa adequada e daria conta do recado perfeitamente, mas há muitos pontos a considerar e ele não quer decidir pelo filho. 

Outra possibilidade de nomeação discutida na entrevista foi a do Advogado-Geral da União, André Luiz de Mendonça, para o STF. Bolsonaro afirmou que Mendonça é “terrivelmente evangélico” e está em uma lista de pessoas com muito apoio do presidente. Ele garantiu que “o ministro que eu indicar, além de evangélico, será um profundo conhecedor da legislação e um especialista renomado”. 

Questionado sobre a possibilidade da reforma da Previdência ser desidratada no parlamento, Bolsonaro lembrou que já parabenizou o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, e que o poder de decisão neste momento está com a Câmara, mas que ele espera que a reforma não seja muito desidratada. 

Bolsonaro também falou sobre a investigação da tentativa de assassinato que sofreu durante a campanha. O presidente disse que a Polícia Federal continua investigando o caso, já que tudo indica que foi um caso premeditado para retirá-lo da disputa eleitoral. Bolsonaro lembrou que o criminoso era filiado a um partido ligado ao governo anterior, que tinha um projeto de poder “custe o que custar”.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...