domingo, 28 de julho de 2019

Senador rebate quem propõe libertação de Lula após ataque hacker contra Sergio Moro e Lava Jato



Em transmissão ao vivo, o senador Álvaro Dias respondeu de forma contundente aos partidários da esquerda que tentam distorcer o trabalho da Operação Lava Jato e insinuar que a condenação do ex-presidente Lula poderia ter sido injusta. Conforme o parlamentar, "subestimam a inteligência do povo brasileiro".

"A decisão judicial foi competente e lastreada em provas materiais, documentais, testemunhais. Delações premiadas, documentos que foram apreendidos por busca e apreensão no instituto do ex-presidente. Há uma farta documentação comprobatória. As provas são insofismáveis, irreversíveis. Os diálogos entre membros da Lava Jato não anulam as provas e nem as condenações, as quais foram confirmadas em outras instâncias", ressaltou.

Ele enfatizou as decisões que não dependeram de Sergio Moro, ministro da Justiça do Governo Bolsonaro. "A segunda instância aumentou a pena. Considerou suave a pena imposta pelo juiz. Depois, no STJ, os habeas corpus foram negados. Isso significa que as provas foram referendadas, também, nos tribunais superiores", frisou.

"Você pode condenar o procedimento adotado pelo juiz e pelo procurador, alegar que não poderiam conversar, mas não pode negar ou alterar a realidade. As provas foram suficientes. Foram mais de R$3 bilhões recuperados pela Operação Lava Jato e devolvidos à Petrobras. E isso ainda não foi suficiente para tudo que foi roubado. A Justiça mandou, ainda, bloquear R$78 bilhões do ex-presidente. Sequestro de bens dos envolvidos. De onde veio todo esse dinheiro? É surpreendente que subestimem a inteligência da população!", salientou o parlamentar.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...