sexta-feira, 30 de agosto de 2019

Bolsonaro denuncia como se iniciou a 'indústria da demarcação de terras indígenas' na Amazônia em sabotagem durante Governo Sarney



Em coletiva de imprensa, o presidente Jair Bolsonaro relatou como foi encetada no Governo Sarney, com origem em sabotagem internacional, a "indústria da demarcação de terras indígenas".

"A minha decisão é não demarcar mais terras para índios e reverter as marcadas de forma irregular (...) A 'Reserva Ianomâmi' começou lá em 1992 no Governo Collor. Duas vezes o tamanho do Rio de Janeiro. Na época, diziam que tinha nove mil índios. Não sei como fizeram esse censo. De avião, bateram na oca? Mesmo que fossem dez mil índios, não é muita terra para eles?", referiu.

"Como começou a indústria da demarcação de terras no Brasil? No Governo Sarney. Ele e o ministro Leônidas criaram o Projeto Calha Norte. Pelotões de fronteira que serviriam de polos de colonização. Gente de fora do Brasil, de dentro também, espertalhões viram que isso poderia dar certo. Começaram a boicotar criando reservas indígenas completamente desproporcionais", alegou.

"O índio, hoje em dia, quer se integrar à sociedade. Ninguém está fazendo maldade com eles não!", frisou o chefe de Estado.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...