quinta-feira, 29 de agosto de 2019

General Heleno e Bolsonaro combatem desinformação da mídia sobre Amazônia, Macron, demarcações e hospital



Em sua live semanal, o presidente Jair Bolsonaro, acompanhado do General Augusto Heleno, falou sobre a agitada semana e sobre a campanha de desinformação da velha imprensa. Em um primeiro exemplo, Bolsonaro falou sobre uma suposta ‘notícia’ que dizia que o hospital que o atendeu em Juiz de Fora após a facada não recebeu R$ 2 milhões. Bolsonaro explicou que tentou doar o que sobrou de sua campanha e foi impedido por lei. 

Bolsonaro falou sobre o veto derrubado ontem pelo Congresso. Ao derrubar o veto, o Congresso criou um crime e, em consequência, qualquer pessoa que retransmitir fake news pode pegar de 2 a 8 anos de cadeia. Bolsonaro recomendou à população que pesquise qual foi o deputado que apresentou o destaque para derrubar o veto e que, então, questione esse deputado. E lembrou que a velha imprensa transmite muitas informações incorretas. 

O presidente e o general Heleno falaram sobre a questão das queimadas na Amazônia e sobre a campanha de desinformação que transformou as queimadas em histeria mundial, prejudicando a imagem do Brasil no exterior. Os dois líderes lembraram que o governo e as Forças Armadas agiram rapidamente e de forma eficiente, mas “imprensa brasileira alimentou esse fogo”.

Bolsonaro falou ainda sobre o lançamento do programa Em Frente Brasil, capitaneado pelo ministro Sérgio Moro, para enfrentar a criminalidade violenta. Falou também sobre o crescimento da economia, a abertura de novos mercados para o comércio exterior, os vetos à lei do ‘abuso de autoridade’, a escolha do novo PGR, e as comemorações do 7 de setembro. 
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...