domingo, 22 de setembro de 2019

Sergio Moro parte para o confronto contra crime organizado e expõe como usará bens milionários de 'chefões' para combatê-los



Em pronunciamento no IV Fórum Nacional do Comércio, evento promovido pela CNDL - Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas -, Sergio Moro, ministro da Justiça do Governo Bolsonaro, aventou como pretende confrontar e dizimar "impérios" do crime organizado.

"Nós assumimos a Secretaria Nacional Antidrogas no Ministério da Justiça e constatamos que ela havia se tornado basicamente uma secretaria destinada a transferir recursos do Fundo Antidrogas para comunidades de atendimento a dependentes químicos. Ótimo, mas não pode se resumir a isso. Tem outras tarefas. Uma ideia bastante importante - o tráfico de drogas gera tantos recursos, tanto patrimônio, vemos apreensão de helicópteros, aviões, fazendas, gado, relacionados ao tráfico de drogas", encetou o ministro.

"Nós temos que utilizar melhor esses recursos em prol da sociedade. Em prol da repressão ao tráfico de drogas. Já temos as previsões legislativas, mas o que vemos na prática é o abandono desses bens. Bens em delegacias, veículos empilhados e sendo perdidos porque não estão sendo bem aproveitados. Nós transferimos essa parte do atendimento ao dependente químico para o Ministério da Cidadania e focamos em administrar e vender bens vinculados ao tráfico de drogas. Esses recursos vão alimentar políticas públicas", asseverou.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...