sábado, 12 de outubro de 2019

General Mourão rebate após jornalista questionar sobre supostas denúncias de índios no Sínodo da Amazônia



Em coletiva de imprensa concedida na Itália, o vice-presidente da República, General Mourão, respondeu a questionamentos de jornalistas sobre supostas denúncias realizadas por índios no Sínodo da Amazônia e se pronunciou a respeito dos vazamentos de óleo na costa do Nordeste.

Questionado sobre suposta "paralisação completa" no que tange à demarcação de terras indígenas, Mourão retrucou: "O Brasil tem, hoje, 14% de seu território de terras indígenas. É uma quantidade expressiva. O número de indígenas não é tão grande assim. A visão do Governo Bolsonaro é de que o que está demarcado tem de ser protegido. Estamos com dificuldades relacionadas a garimpo ilegal e queimadas. Vamos primeiro controlar o que já temos para depois vermos se é o caso de novas demarcações".

Quanto a possíveis interferências internacionais na Amazônia, o oficial ressaltou a soberania brasileira. "O Governo deixa muito claro o seguinte: é responsabilidade do Governo Brasileiro preservar e proteger a Amazônia. Não é responsabilidade de mais ninguém. É nossa, Governo Brasileiro", atestou.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...