terça-feira, 26 de novembro de 2019

AGORA: Porta-voz de Bolsonaro, General Rêgo Barros rebate jornalistas sobre Lula, Moro, MST e Argentina



O porta-voz da Presidência, General Otávio de Rêgo Barros, falou a jornalistas sobre a agenda do presidente e os avanços do governo. Questionado sobre a declaração do chanceler Ernesto Araújo, que falou que o Brasil pode deixar o Mercosul, o porta-voz confirmou que, caso a Argentina, sob o novo governo de esquerda, inviabilize o livre comércio, o Brasil estudará todas as possibilidades, pois o Brasil sob Bolsonaro é um país livre para o comércio.

Respondendo a uma pergunta sobre a proposta feita por Bolsonaro, de uma GLO para o campo, Barros lembrou que o presidente já reforçou que a propriedade privada é uma cláusula pétrea da democracia e que a invasão de propriedades rurais é inaceitável.

O porta-voz lembrou que o contexto da proposta de uma GLO para o campo inclui casos em que, após decisão judicial de reintegração de posse, as autoridades locais permanecem inertes, e citou Bolsonaro: presidente também ressaltou que “não é nenhuma medida impositiva da minha parte. “Se o Congresso assim achar, aprova. Se achar que a propriedade não vale nada, não aprova”.

Questionado sobre uma possível intenção de Lula comparecer à posse do novo presidente argentino, à qual Bolsonaro não comparecerá, o porta-voz disse que Bolsonaro não tem interesse em comentar os movimentos de Lula.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...