quarta-feira, 13 de novembro de 2019

Bolsonaro se pronuncia sobre tumulto na embaixada da Venezuela no Brasil e Eduardo convoca por 'Fora Maduro'




A embaixada da Venezuela no Brasil foi palco de uma confusão nesta manhã, quando deputados petistas e militantes da extrema-esquerda invadiram o prédio para auxiliar funcionários leais ao ditador Nicolás Maduro, que tentavam impedir a entrada dos diplomatas reconhecidos pelo Brasil. 

Segundo a embaixadora da Venezuela no Brasil, María Teresa Belandria, um grupo de funcionários que ocupavam o local reconheceu o presidente Juan Guaidó e entregou a embaixada. Quando os diplomatas chegaram para receber a residência e os escritórios, encontraram um segundo grupo de funcionários residindo no local. 

Com a chegada de deputados petistas, militantes de extrema-esquerda, um general venezuelano fiel a Maduro, e agentes cubanos, iniciaram-se agressões aos presentes e mesmo a cidadãos que se encontravam nas proximidades.

O presidente Jair Bolsonaro afirmou: “Diante dos eventos ocorridos na Embaixada da Venezuela, repudiamos a interferência de atores externos. Estamos tomando as medidas necessárias para resguardar a ordem pública e evitar atos de violência, em conformidade com a Convenção de Viena sobre Relações Diplomáticas”. 

De dentro da embaixada, o ministro conselheiro da embaixada da Venezuela no Brasil, Tomás Silva, divulgou um vídeo aos venezuelanos, em que explica que a residência está em poder do governo legítimo da Venezuela, e que tem esperança de que, no próximo dia 16, possa ocorrer o fim da usurpação do poder pelo ditador Nicolás Maduro. 

O deputado Eduardo Bolsonaro, presidente da Comissão de Relações Exteriores da Câmara dos Deputados, explicou a situação e pediu apoio aos venezuelanos
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...