domingo, 3 de novembro de 2019

General Mourão anuncia tolerância zero contra o crime e aponta como Bolsonaro obterá R$1,6 trilhão para os cofres públicos



No decurso de pronunciamento realizado em Alagoas, o vice-presidente da República, General Mourão, anunciou como o Governo Bolsonaro pretende implantar o Pacote Anticrime de Sergio Moro, implementar uma política de "tolerância zero" contra facções e criminosos de alta periculosidade e expôs o projeto para arrecadar R$1,6 trilhão.

"Nós temos uma produtividade baixíssima. Até 1980, ela aumentava 2% ao ano. De lá para cá, passou a aumentar 0,2%. Por que isso? Pelo peso da máquina pública, pelo inchaço dos tributos, pela nossa falta de capacidade de superar isso aí. Privatizações, concessões. Vamos privatizar o que puder ser privatizado", encetou o oficial.

"Esperamos, com essas concessões, aeroportos, estradas, terminais portuários, setor de petróleo e gás, pré-sal, arrecadar R$1,6 trilhão pelos próximos 10 anos. É uma quantidade de recursos extremamente significativa", acrescentou.

"Na segurança pública, hoje foram lançadas todas as visões do Pacote Anticrime do Ministro Sergio Moro que está tramitando no Congresso. É fundamental mudar a legislação. Não podemos conviver com uma legislação penal em que a pessoa mata alguém, cinco anos depois está na rua, a família ainda está chorando. Temos de lidar com os crimes cometidos por menores. São coisas que temos de discutir, o mundo mudou. Temos de deixar de estar com aquela visão idílica. Entra junto o sistema prisional. Nossas prisões não podem ser colônia de férias de bandidos. Bandido de alta periculosidade tem de estar isolado", argumentou o vice-presidente.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...