sábado, 4 de janeiro de 2020

Bolsonaro faz forte desabafo sobre armações e deturpações da imprensa e de 'manipuladores' da Justiça



Em pronunciamento ao vivo realizado neste sábado, o presidente Jair Bolsonaro retrucou e desabafou a respeito de difamações e manipulações veiculadas na imprensa.

"Tentam apenas te enganar, me desgastar para eu chegar quebrado em 2022. Para voltar quem? Tem alguma liderança, hoje em dia, para 2022? Não tem. Não tem liderança sólida. Precisa ter liderança sólida e com capacidade de dialogar, de conversar, de fazer uma grande bancada, se impor e se expor", encetou ele.

"Isso que nós precisamos. Confiança. Apoio. Os especialistas da imprensa vêm com elucubrações dizendo que o presidente armou para se beneficiar, isso e aquilo. Não existe isso, eu faço a minha parte. Alguns acham que estou articulando, armando. Se eu pudesse armar, teria armado lá atrás. Durante as eleições. 'Ah, o caso do Flávio não foi para frente porque o Bolsonaro armou, conseguiu trancar'. Se eu pudesse trancar, teria anulado, cancelado", argumentou o chefe de Estado.

"Isso é um armação que vem lá do Governo do Rio de Janeiro. O Witzel se elegeu em cima do Flávio. Ele quer se eleger presidente da República e, para isso, quer me destruir. Se o Flávio for absolvido hoje, vão falar que eu interferi. Lembra do caso da Preta Gil? Queriam a minha cabeça! Inverteram a resposta e, três anos depois, a Polícia Federal recebeu uma ordem, foi buscar a fita bruta e disseram que não tinham mais porque foi reutilizada", relatou.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...