quinta-feira, 16 de janeiro de 2020

Ministro Tarcísio desmoraliza críticas a Bolsonaro ao expor revolução no combate à corrupção e ao fisiologismo



Em palestra para alunos e professores do IME ocorrida em 2019, Tarcísio Gomes de Freitas, ministro da Infraestrutura do Governo Bolsonaro, fez uma explanação no que diz respeito à revolução administrativa que está sendo implementada pelo presidente Jair Bolsonaro. Ele abordou, ademais, projetos para ferrovias, portos e outras áreas da infraestrutura.

"O caminho é a iniciativa privada. Ela é mais eficiente que o Poder Público. Ora, a gente não pode admitir que o Porto de Santos, que é o maior porto do Hemisfério Sul, dê prejuízo. Por que dá prejuízo? Corrupção, falta de gestão, interferência política. Isso destruiu os portos públicos no Brasil. Aí, fica muito cômodo...receitas tarifárias obrigatórias, vinculadas, não sobra dinheiro para fazer dragagem e sobra para a União", encetou o ministro.

"Mudamos a gestão, colocamos gente técnica. Aí, tenho que dizer uma coisa. O presidente Jair Bolsonaro foi corajoso para caramba. Ele rompeu com isso. Se o presidente fosse outro, nós teríamos tantos ministérios para Partido A, tantos para Partido B. Se fosse o Alckmin, o ministério da Infraestrutura, que era o dos Transportes, continuaria com o PR. Isso fez muito mal para o setor. Nós perdemos tempo", salientou Tarcísio.

"Bolsonaro foi corajoso para caramba. Bolsonaro acabou com isso. Colocou técnicos à frente das pastas e deu liberdade para montarmos nossas equipes. Nós colocamos craques em cada uma das posições. Eu tenho um craque em cada posição do meu ministério. E o pessoal não deixa você fazer bobagem. A melhor coisa é ter um chato do seu lado. Se você tem um assessor que concorda com tudo, a chance de você fazer besteira e naufragar é grande. O bom assessor é o que diz 'não'. Diz que você está no caminho errado", avaliou.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...