terça-feira, 4 de fevereiro de 2020

Bolsonaro denuncia perseguição comunista às Forças Armadas e rebate ataques: 'O Brasil não está dando certo, o Brasil já deu certo!'



Em pronunciamento para empresários e militares, o presidente Jair Bolsonaro aventou seu prospecto para a implementação de reformas em 2020, assestou como as Forças Armadas foram perseguidas em governos anteriores e rebateu críticos.

"Ontem, estive por alguns longos minutos com Rodrigo Maia, presidente da Câmara. Conversamos mais um pouco sobre as reformas tributária e administrativa que estão para chegar. Ele tem se mostrado mais do que simpático. Ele quer ser protagonista nesta questão. Estas medidas, com o apoio do Parlamento, mostram para dentro e fora do Brasil que estamos no caminho certo", encetou o chefe de Estado.

"Após as eleições de 2014, comecei a fazer minha pré-campanha. Naquela época, apenas como parlamentar, senti na pele como não era bom ser recebido com desconfiança. Isso mudou de forma radical. A palavra-chave é confiança, é respeito, é buscar o melhor para o seu país, é colocar o Brasil acima de tudo", ressaltou ele.

"Quando se fala em Brasil acima de tudo, temos um setor da sociedade que, por um tempo, foi esquecido. As Forças Armadas. São uma instituição que sempre estiveram à disposição do interesse de seu respectivo povo. Em todos os momentos, têm nos ajudado, e muito, para buscar uma solução para o destino do Brasil. Meu muito obrigado a essas Forças Armadas. Agora, deixam de ser esquecidas. No passado, eram perseguidas porque eram o último obstáculo para o Socialismo. Vencemos esta etapa. Hoje em dia, falamos em democracia e liberdade, respeito a todos os setores da sociedade. O Brasil não está dando certo, o Brasil já deu certo!", asseverou.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...