segunda-feira, 24 de fevereiro de 2020

Deputado aliado de Bolsonaro denuncia hipocrisia de jornalistas sobre 'furo' e relatora da CPMI Fake News explode - Otoni de Paula



Por ocasião de sessão da CPMI Fake News, também conhecida como "CPI da Censura", o deputado federal Otoni de Paula assestou a hipocrisia de setores da imprensa que tentam "demonizar" declarações do presidente Jair Bolsonaro. Lídice da Mata, relatora da CPMI, indignou-se e interrompeu a fala do parlamentar.

"Primeiro que, quando o Hans vem aqui e diz que a jornalista da Folha se insinuou para ele, primeiro que ela não tem como dizer ou pelo menos não provou que isso não aconteceu. É a verdade dele contra a verdade dela, mas a imprensa já elegeu o mentiroso. O mentiroso é o Hans, até porque repórter não mente, repórter não cheira c**, repórter não assalta ninguém, repórter não bate em mulher. Se tem um cidadão santo neste País, é repórter, é jornalista. Este é um grupo de anjos altamente puros. Canalhas somos nós", protestou o deputado.

"Pois bem. O Presidente da República, se referindo a esse episódio, disse que ela queria dar um furo a qualquer preço. Houve uma risada do povo que ali estava por conta da maldade do pensamento e o Presidente não riu, ele continuou sério, como quem estivesse falando algo sério. Repare que ele disse que ela queria dar um furo a qualquer preço. Ele não disse que ela queria dar o furo. Não, é um furo, um furo de reportagem", asseverou.

"Mas, lamentavelmente, unindo-se a setores da extrema esquerda, a imprensa progressista resolve deliberadamente, em conjunto com todos aqueles que são contrários ao Presidente da República, atacá-lo", acrescentou.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...