sábado, 29 de fevereiro de 2020

General Mourão aponta 'guerra de 4ª geração' que o Governo Bolsonaro está enfrentando no Brasil



Em pronunciamento realizado em Santa Catarina, o vice-presidente da República, General Mourão, abordou as ameaças que estão sendo enfrentadas pelo Governo Bolsonaro e descreveu alguns dos conflitos contemporâneos como a materialização de uma "guerra de quarta geração".

"Estamos, hoje, na guerra de quarta geração. A guerra de primeira geração é considerada a guerra napoleônica. A guerra de coluna, de linha, artilharia de alcance limitado, cavalaria pelos flancos, era uma guerra tranquila, digamos assim. Não tínhamos chegado ainda na guerra total. Primeira Guerra Mundial: segunda geração. Primeira da Era Industrial, mas com métodos napoleônicos", encetou ele.

"Armamento desenvolvido com táticas napoleônicas. A terceira geração foi a Blizkrieg. (...) Depois, quando os americanos quiseram organizar seus exércitos após o Vietnã, criaram a doutrina de batalha ar-terra. Nós estamos na guerra de quarta geração agora. É a guerra no meio do povo, os soldados inimigos não estão identificados. Guerra de atores não-estatais contra o Estado", salientou o oficial.

"Aqui no Brasil, ouso dizer que enfrentamos uma guerra de quarta geração contra o narcotráfico. Levou 100 anos para que a locomotiva a vapor fosse incorporada ao mundo inteiro, 25 anos para o computador e 5 anos para o Whatsapp. Veja a velocidade da mudança. Não sabemos o que virá para a frente, mas será rápido. Essa velocidade da mudança nos deixa em um mundo de desequilíbrios constantes", frisou o general.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...