quinta-feira, 6 de fevereiro de 2020

Senador Kajuru humilha Aécio Neves, insinua uso de drogas e denuncia 'farra' de Alcolumbre



Em pronunciamento no Senado Federal, o senador Jorge Kajuru apontou a "farra" de viagens oficiais de Davi Alcolumbre, presidente do Senado Federal, e humilhou Aécio Neves. No ensejo, Kajuru voltou a pressionar pela análise dos pedidos de impeachment de ministros do STF.

"E por que eu gosto do senhor? Muita gente me pergunta, inclusive. Muita gente que não gosta daquele mineiro lá, de quem eu evidentemente tenho nojo – Aécio Neves –, vem perguntar: 'Kajuru, por que você fala tanto do Senador Antonio Anastasia?'. Eu falo porque, se ele for Presidente...", encetou ele.

"Inicio a miscelânea pelo item viagens do Parlamento, cujos excessos precisam ser evitados e falados aqui sem medo, porque ontem eu falei, durante 20 minutos, sobre os absurdos cometidos na gestão de Davi Alcolumbre na Presidência do Senado e, quando eu desci – o Senador Paim ouviu – vários chegaram em mim: 'Kajuru, parabéns pelo que você falou; ninguém aqui falaria, mas parabéns, eu gostaria de falar'. Não adianta gostar de falar. Tem que subir aqui à tribuna e falar. Não é nada pessoal, não é ofensivo. É absolutamente verdadeiro, não há mentira. São as chamadas viagens oficiais, que devem ser pautadas pela transparência e sobre as quais estou preparado com um projeto", acrescentou.

"Sobre essas viagens, trago um dado extraído do Portal da Transparência: com elas, o Senado, este Senado Federal, que deveria economizar e não gastar desse modo, no ano passado... Se alguém perguntar: 'Quem gastou mais, Kajuru, o Davi Alcolumbre no primeiro ano dele ou antes o Renan Calheiros?'. Eu sei que 90% responderão: 'Claro, Kajuru, Renan Calheiros'. Não! O Davi superou o Renan, com um gasto de R$933.285,91 com viagens oficiais. Viagens inúteis – vamos falar a verdade – a maioria delas. Um valor recorde, o maior dos últimos quatro anos. Para que se tenha uma ideia, representa um acréscimo de 61% em relação às despesas com viagens oficiais no ano de 2018. Em tempos de crise, um aumento de gasto no mínimo questionável – ou não, Brasil?", salientou Kajuru.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...