terça-feira, 3 de março de 2020

Deputada comunista Perpétua Almeida ataca Bolsonaro e General Heleno e é refutada por Otoni de Paula



Em debate por ocasião de votações de vetos do presidente Jair Bolsonaro, mormente o veto 52, que versa a respeito do que ficou conhecido como "Farra dos R$30 bilhões", o deputado federal Otoni de Paula, deputado aliado ao presidente Jair Bolsonaro, retrucou de forma veemente após ataques da deputada comunista Perpétua Almeida contra o chefe de Estado e contra General Heleno, ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional.

"Há uma crise que foi montada, que foi organizada. Organizada em cima de mentiras, organizada em cima de falácias. O presidente Bolsonaro jamais convocou o cidadão brasileiro para ir às ruas contra o Congresso ou contra o STF. A maior prova de que o presidente Bolsonaro não está por trás do movimento popular democrático do dia 15 é que, se ele quisesse o povo nas ruas, não precisaríamos desse lapso temporal", asseverou Otoni.

"Em 24 horas, Jair Messias Bolsonaro lota as capitais desse país. Precisamos entender que o país mudou, é outro. Não se controla o povo brasileiro, é o povo brasileiro que tem o direito de manifestar sua indignação com o Congresso, com o STF, a hora que ele quiser", salientou ele.

"O povo não admite que um deputado administre R$30 bilhões do Orçamento, transformando o presidente em um líder engessado. O que o povo está fazendo neste dia 15 é dizendo 'Votamos em Bolsonaro para ele governar'. O que o povo brasileiro está dizendo é: 'Deixe o presidente governar em paz, ou não deixaremos vocês em paz'. Quem tem medo de povo é porque está devendo. Dia 15, a democracia vive! A democracia pulsa!", conclamou o parlamentar.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...