quinta-feira, 5 de março de 2020

Deputado exige apuração de crime e humilha jornalista após baixaria contra Bolsonaro e Michelle



Em pronunciamento, o deputado federal Otoni de Paula notificou que realizou uma requisição de apuração de crime após um jornalista da Revista IstoÉ fazer insinuação difamatórias contra Michelle Bolsonaro, primeira-dama, e Osmar Terra, ex-ministro do Governo Bolsonaro.

"Meu pedido de apuração de crime contra este vagabundo, este jornalista de 'meia pataca', editor da Revista IstoÉ: Maliciosamente, monta seu argumento meramente na rotina natural da primeira-dama, sob o princípio persuasivo de revestir a mentira com fatos naturais e notórios. Se houvesse algo além de divagações, certamente, Germano Oliveira publicaria", asseverou.

"São ilações perversas que atacam a família do presidente da República e do ministro Osmar Terra com crime de difamação. Mais uma vez, se vê a propagação de mentiras sem o mínimo de compromisso com a verdade e temor contra as consequências sociais e legais de sua repercussão, nem mesmo se tais mentiras deslustrarão uma mulher que, por sua posição, representa milhões de brasileiras", descreveu Otoni.

"O que não podemos admitir é que esses covardes resolvam destilar o seu ódio contra o presidente da República atingindo a honra da primeira-dama, uma mulher digna de todo o respeito. Ela tem feito por este país o que nenhuma outra primeira-dama fez até hoje pelo social da nação brasileira. Entro, pessoalmente, sob minha conta a risco, com essa ação contra esse editor da Revista IstoÉ", salientou o parlamentar.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...