quarta-feira, 11 de março de 2020

Eduardo Bolsonaro reage no Conselho de Ética contra pedido de cassação feito por Joice Hasselmann



Em pronunciamento no Conselho de Ética da Câmara dos Deputados, o deputado federal Eduardo Bolsonaro reagiu a uma representação realizada por Joice Hasselmann e pelo PSL. Consoante o deputado, há, inclusive, um pedido de cassação de seu mandato.

"Eu não acredito que seja saudável seguir uma deputada que tenha o caráter dela. Eu publiquei uma charge. O presidente Bolsonaro deu uma orientação para o partido e a deputada que era líder do governo prescreveu outra conduta. Agora, reclama que a chamaram de traíra. As pessoas na internet são livres para expressar o que está no coração delas", encetou ele.

"Só de imaginar alguém regulando o que é postado pelos cidadãos, isso já é censura! Se o Governo Bolsonaro criar uma agência de controle de conteúdo na internet, seria justo colocar, por exemplo, o Carlos Bolsonaro para controlar essa agência? A pessoa tem suas posições e acabará privilegiando. A liberdade de expressão tem que ser ilimitada, exatamente para que o eleitor conheça seu parlamentar!", asseverou.

"O artigo 53 diz o seguinte: os deputados e senadores são invioláveis por quaisquer de suas opiniões, deputados e votos. O termo 'quaisquer' foi inserido por uma PEC em 2001. Veio uma emenda à Constituição para deixar mais claro o que já era cristalino", relatou Eduardo Bolsonaro.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...