domingo, 26 de abril de 2020

Deputado se pronuncia após encontro com Bolsonaro e saída de Moro e alerta para impeachment



Em pronunciamento ao vivo, o deputado federal Otoni de Paula alertou para o caráter inevitável da abertura de um processo de impeachment contra o presidente Jair Bolsonaro e revelou detalhes de parte da conversa que teve com o presidente.

"Os homens de bem e as mulheres de bem deste país não vão deixar vocês derrubarem Jair Messias Bolsonaro. Eu estou falando isso para o bem do meu país. O que falei com o presidente hoje? Eu falei: 'Presidente, é inevitável a abertura de um processo de impeachment mais cedo ou mais tarde'. Se eles abrirem agora e, daqui a 120 dias, conseguirem derrubar o senhor, o General Mourão assume", encetou ele.

"Eu perguntei: Mourão é teu? Ele disse: eles vão bater na água se o Mourão assumir. Eu perguntei se ele confia no Mourão e ele disse que sim. A segunda opção: Só vão abrir o processo de impeachment em novembro, final do ano. Como o processo de impeachment dura 120 dias, vai entrar em 2021. A Constituição diz que, havendo processo de impeachment nos últimos dois anos, a eleição será indireta", prosseguiu ele.

"Dentro desse cenário, há uma grande chance de o Maia virar presidente. Quem me protege é Deus. Meu filho está aqui ao meu lado, minha esposa está assistindo. Minha família sabe. Eu disse para ele: 'O pai dele pode tomar na guerra, mas vai tomar como homem. Meu filho, minha esposa, minha mãe, meu pai não vão ter vergonha de mim'. O presidente me disse: 'Eu não tinha pensado nisso'. Ele só tem a gente. Cada vez mais, só tem a gente", conclamou o parlamentar.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...