quinta-feira, 9 de abril de 2020

‘Não obrigamos, nem sugerimos que os estados e municípios fechassem’, diz secretário do Ministério da Saúde - Gov. Bolsonaro







Em coletiva do Ministério da Saúde, o secretário de Vigilância em Saúde, Wanderson Oliveira, esclareceu dúvidas dos jornalistas, que questionavam sobre a possibilidade de flexibilizar as quarentenas ordenadas por governadores e prefeitos a partir de segunda-feira. 

O secretário apontou que o Ministério já propôs, em seu boletim epidemiológico nº 8, o que chamou de “uma reflexão um pouco mais ampla sobre o que significa essas medidas”. Oliveira afirmou que “a adoção de medidas de distanciamento social não é uniforme, não é única”. Wanderson Oliveira apontou ainda que o Ministério da Saúde não obrigou nem sugeriu que qualquer ente da federação fechasse. 

Oliveira explicou que cada município deveria tomar decisões de acordo com sua realidade local, não se justificando um lockdown em um município que não tem nenhum caso, por exemplo. O secretário afirmou que as medidas “parecem estar funcionando nos locais onde tem uma incidência maior”, e disse que o ministério da Saúde não vai entrar no mérito de discutir se os municípios podem afrouxar quarentenas na segunda, na terça ou na quarta. Oliveira acrescentou: “A responsabilidade é do gestor local”.

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...