quinta-feira, 9 de abril de 2020

Paulo Guedes retruca ataques a Bolsonaro, denuncia situação da Venezuela e esclarece 'mal-entendido' sobre a economia



Em diálogo ao vivo com membros da CNDL, Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas, Paulo Guedes, ministro da Economia do Governo Bolsonaro, advertiu sobre os riscos de desorganização econômica da "segunda onda", denunciou o estado calamitoso da Venezuela e fez um apelo aos cidadãos.

"O presidente Bolsonaro falou há umas duas semanas que é importante nos preocuparmos com as duas ondas e foi até mal interpretado porque estaria dizendo que a economia é importante. É exatamente o alerta. Precisamos entender que a economia é um órgão vivo, ela é pulsante. É importante toda essa rede, essa capilaridade, essa criação de emprego descentralizada que nós temos, esse sistema de inteligência", asseverou o ministro.

"Ao mesmo tempo, é o setor de serviços, o coração da economia moderna. A economia moderna está virando uma economia de serviços e a transformação digital está reforçando essa tendência. Temos de estar atentos a essa segunda onda, precisamos manter esses sinais vitais ligados", conclamou Guedes.

"Os serviços de abastecimento, comunicação, luz, abastecimento em geral, serviços de saúde, todo o trabalho de e-commerce, teletrabalho, entregas, delivery, refeições em casa. É importante mantermos a economia respirado. Caso contrário, a velocidade de volta é muito lenta. A crise pode se estender e atingir proporções catastróficas. Vamos furar a primeira onda, mas a segunda pode ficar maior ainda, a depender de como a gente reage. É importante erradicar a cultura da moratória, da falência", salientou ele.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...