quarta-feira, 29 de abril de 2020

Senador pede intimação de Jean Wyllys para explicar relação com Adélio Bispo após depoimento na PF





O senador Marcos do Val requereu a convocação do ex-deputado Jean Wyllys para depor ao Senado, após uma testemunha revelar à Polícia Federal que Adélio Bispo tinha relações com Wyllys. Bispo é o homem que tentou matar o presidente Jair Bolsonaro durante a campanha. Durante a investigação, foi revelado que Adélio Bispo tinha ido à Câmara dos Deputados, mas a informação de quem autorizou a entrada nunca tinha sido disponibilizada. Segundo o senador, a testemunha revelou à Polícia Federal que o gabinete frequentado por Adélio Bispo era o de Jean Wyllys. 




Ouça o texto do senador Marcos do Val: 

URGENTE - TESTEMUNHA REVELA LIGAÇÃO DE ADÉLIO BISPO COM JEAN WYLLYS
Jean Wyllys seria o mandante da tentativa de assassinato do Presidente Jair Bolsonaro?
Hoje pela manhã, em depoimento à Polícia Federal, Luciano de Sá, conhecido como Mergulhador, contou que Adélio mantinha contado com o ex-deputado federal Jean Wyllys.
Mergulhador e Adélio se conheceram em 2017 durante uma manifestação da paralisação dos caminhoneiros. Na época Adélio confirmou para Luciano (Mergulhador) que já tinha ido ao gabinete do deputado do PSOL e que poderia levá-lo lá.
A informação mostra indícios do esquema que tentou matar o então candidato Jair Bolsonaro. A PF confirmou que o Adélio esteve por algumas vezes na Câmara dos deputados, conforme prova de registro de entradas e saídas.
O depoimento do Mergulhador pode colocar Jean Wyllys como mandante do crime que tentou tirar a vida do presidente.
Luciano de Sá, o mergulhador pode ser a última testemunha viva (que se pode provar por meio de fotos) que esteve com Adélio Bispo, já que algumas pessoas que poderiam ser testemunhas no caso acabaram morrendo de forma misteriosa.
Mediante os fatos, estou protocolando, nesse momento, um requerimento no Senado Federal convocando Jean Wyllys para prestar esclarecimentos sobre o caso.
Também estou protocolando ofício junto ao Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, pedido de proteção à testemunha para Luciano de Sá (mergulhador), por entender que o mesmo corre risco de morte.

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...