sexta-feira, 1 de maio de 2020

Deputado adverte contra ação do ministro Celso de Mello, do STF, sobre Bolsonaro e Sergio Moro - Otoni de Paula



Em pronunciamento ao vivo, o deputado federal Otoni de Paula advertiu para o que entende como uma "manobra" de Celso de Mello, ministro do STF, no inquérito para apurar declarações de Sergio Moro contra o presidente Jair Bolsonaro.

"Esta live não estava programada, mas é um assunto importantíssimo. Acontece o seguinte: eu não queria estar colocando sob suspeição nenhuma atitude do STF. É muito ruim isso para o Brasil. Sempre alguém de um dos poderes olhar com desconfiança a atitude de alguém de outro poder. No caso, eu sou um deputado federal, represento a Câmara dos Deputados, não é legal fazer observações que coloquem sob suspeita a atitude de um ministro", encetou ele.

"No entanto, diante do quadro que está se desenhando no Brasil, há uma tentativa de golpe contra o presidente Jair Bolsonaro e estão querendo dar a cara de legalidade para esta ação. O ministro Celso de Mello, caiu no sorteio para ele ser o relator do inquérito aberto contra o presidente Bolsonaro sobre as declarações de Sergio Moro", prosseguiu o deputado.

"O ministro Celso de Mello reduziu o prazo para Sergio Moro ser ouvido. De 60 para 5 dias. O procedimento protocolar não vai ser cumprido. Moro deveria ser ouvido pela PGR e, depois, pela Polícia Federal. Agora, o ministro será ouvido diretamente pela PF. Quem vai colher esse depoimento? (...) O processo ganha uma celeridade que não é muito comum. Isso indica que Celso de Mello conseguirá, ainda na sua relatoria, fazer o seu julgamento", frisou ele.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...