quinta-feira, 28 de maio de 2020

Deputado de Bolsonaro, Daniel Silveira enfrenta e humilha Alexandre de Moraes: 'Inquisidor, boçal, pueril!"



Em pronunciamento ao vivo, o deputado federal Daniel Silveira, aliado do presidente Jair Bolsonaro, enfrentou Alexandre de Moraes, ministro do STF, e explicitou o caráter inquisitorial do "inquérito de Toffoli", também conhecido como "inquérito das Fake News".

"Este inquérito foi pedido pelo inquisidor Alexandre de Moraes, ministro do STF. Ele pede, ele julga, ele provoca, ele processa. Realmente, ele é um cara e tanto! O artigo 101 da Constituição Federal tem os requisitos para ser escolhidos como ministro do STF. Ele fala em cidadãos, não juristas. Para você ver como a nossa Constituição Federal começou falha", encetou Daniel Silveira.

"Há um requisito que não foi colocado na Constituição. Esse requisito é: ser apadrinhado de alguém. Ser simpático à causa socialista. Se você vir a nomeação de cada ministro, você vai entender por qual motivo foram nomeados, o que defendiam. Eles passam pela sabatina no Senado. Nos últimos anos, a maioria esmagadora de deputados e senadores estava envolvida em corrupção. Pouquíssimos não estavam envolvidos em algo ilícito", realçou o parlamentar.

"Indicavam quem atenderia às suas demandas. Alexandre de Moraes: queridinho do Temer. Com vida pregressa um tanto duvidosa, o que exclui a parte da reputação ilibada. Se você falar que ele está errado, ele investiga e prende. É claro que comigo ele não pode fazer isso, tenho um mandato (...). Será que ele saberia debater? Será que ele conseguiria levar à frente a tese dele? O que motivou ele a abrir esse inquérito é boçal, banal, eu chego a sentir pena desse ministro", frisou.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...