domingo, 2 de agosto de 2020

Deputado Otoni confronta Alcolumbre, defende Bolsonaro contra impeachment e corrobora Allan dos Santos





Em pronunciamento por meio de suas redes sociais, o deputado federal Otoni de Paula confrontou Alcolumbre, abordou denúncias do jornalista Allan dos Santos e assestou como uma CPMI gestada nos moldes da CPMI Fake News tem o objetivo de causar o impeachment do presidente.


Escute as declarações do parlamentar:

“ATENÇÃO, POVO BRASILEIRO!
Bastou ALLAN DOS SANTOS denunciar grampos telefônicos, envolvendo gente grande do cenário nacional, com o objetivo de derrubar o PR BOLSONARO, o senado arma um factoide envolvendo possíveis dossiês que estariam possivelmente sendo feitos no Ministério da Justiça, e convoca o ministro para dar explicações.
É clara a tentativa de se criar um fato novo. E mais, dar início a mais uma CPMI, no modelo da CPMI das Fake News, com o objetivo final de abrir o processo de impeachment do PR BOLSONARO.
Para isso foi montado um circo pelo Alcolumbre, onde foram suspensos todos os trabalhos para que senadores e deputados assistam à fala do ministro André Mendonça.
O governo precisa se posicionar urgentemente. A passividade nos destruirá. O jogo é pesado e as cartas estão na mesa. Pacificação é um CA****
Não vemos esse mesmo cuidado dos senadores em convocar o ministro Alexandre de Moraes para explicar a escalada de autoritarismo judicial apenas contra os aliados do presidente.
ESPERO VER UMA REAÇÃO À ALTURA DO GOVERNO.
Está ficando cada vez mais claro para o mundo inteiro, inclusive para as redes sociais como Facebook e Twitter, que decidiram recorrer da decisão de Alexandre de Moraes, a escalada do autoritarismo judicial direcionado a calar um grupo político no país.
A Suprema Corte está se apequenando diante do mundo e mostrando que a liberdade de expressão no Brasil é um bem a ser negociado de acordo com interesses dos Srs ministros.
Não duvide do poder dessa gente do STF. Não tenho esperança nenhuma que algo mude nos próximos anos. Com um presidente do senado comprometido e senadores de cócoras, resta assistirmos o show de horrores, truculência e autoritarismo. Mesmo com protestos o Facebook teve que se curvar ante a decisão suprema. A rede social disse que ‘a ordem judicial é extrema e representa riscos à liberdade de expressão fora da jurisdição brasileira’.
Só com a renovação do senado em 22 haverá uma fagulha de esperança de mudança.
Até lá vamos ver quem será o próximo preso ou qual de nós perderá o mandato pelo crime de opinião.
Mergulhamos no obscurantismo judicial, que nos assemelha aos países ditatoriais.
‘Pois nós não estamos lutando contra seres humanos, mas contra as forças espirituais do mal que vivem nas alturas, isto é, os governos, as autoridades e os poderes que dominam completamente este mundo de escuridão’.(Apóstolo Paulo de Tarso)”.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...