quarta-feira, 16 de setembro de 2020

Bolsonaro faz pronunciamento emocionante e é aplaudido ao desabafar sobre Mandetta e ataques da mídia



Em seu discurso durante a cerimônia de posse do ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, o presidente Jair Bolsonaro relembrou os esforços do governo no enfrentamento da pandemia desde o princípio, e reforçou a diferença do atual ministro, que enfrenta os problemas com ousadia, e o ex-ministro Henrique Mandetta. Bolsonaro lembrou como decidiu recomendar um medicamento e encontrou oposição do ex-ministro, que preferiu impedir o uso sem propor qualquer alternativa de tratamento.  

O presidente lembrou ainda que, desde o início, reforçou a necessidade de preservar a economia e os empregos ao mesmo tempo em que se buscava a preservação da vida, elogiando o ministro da Economia, Paulo Guedes, e lamentando a decisão do Supremo Tribunal Federal que impediu o governo federal de agir, transferindo os poderes sobre medidas restritivas a governadores e prefeitos. 

Bolsonaro apontou os exageros cometidos por governadores e prefeitos com esses poderes nas mãos, mostrando que o Brasil é o país com escolas fechadas há mais tempo, assim como os efeitos do fechamento do comércio e as consequências do isolamento. O presidente disse: “Entendo que alguns governadores foram tomados pelo pânico proporcionado por essa mídia catastrófica que temos no Brasil. Não é uma crítica à imprensa, é uma constatação, me desculpem”.

O presidente elogiou a ousadia dos médicos que optaram por buscar tratamento para a doença e oferecê-lo aos pacientes, e elogiou o ministro Pazuello por essa característica, dizendo que sua missão é “Ousar e vencer. Você é um vencedor”. 


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...