terça-feira, 20 de outubro de 2020

Cientista político faz relato aterrador sobre como Chávez e Maduro ‘tomaram’ a Venezuela



A Fundação Alexandre de Gusmão (FUNAG) promoveu o seminário “Como destruir um país: uma aventura socialista na Venezuela”, com as participações de María Teresa Belandria Expósito, embaixadora da Venezuela no Brasil; Lucas Ribeiro, internacionalista e colunista do jornal 𝘉𝘳𝘢𝘴𝘪𝘭 𝘚𝘦𝘮 𝘔𝘦𝘥𝘰; e Marcelo Suano, cientista político e escritor. 

Marcelo Suano, que é autor do livro cujo título inspirou o nome do seminário, fez um relato impactante a respeito de como as instituições da Venezuela foram tomadas pelo grupo político de Hugo Chávez e Nicolás Maduro.

Ele principiou: “As pessoas sempre perguntam sobre Bolivarianismo. Bolivarianismo não existe. É apenas o Chavismo, o qual foi se construindo, se desculpando pelas loucuras, pelos testes e erros que foram apresentados em uma sociedade. Ele foi construindo respostas e desenvolvendo instituições tendo como único foco a tomada do Estado em todas as instituições. Foi o caminho percorrido desde que o Chávez assumiu o poder. A tomada absoluta do poder para colocar nada em seu lugar, exceto a eternização daqueles que ali estão”.

Ademais, ele criticou a abordagem da mídia brasileira diante do problema: “A violência era algo constante na Venezuela e foi ignorado por todos, mídia e formadores de opinião, especialmente no Brasil. Desde o momento em que Hugo Chávez venceu as eleições, você já tem, em germe, todas as falhas possíveis realizadas por alguém que quer construir uma sociedade. Ele foi eleito por métodos questionáveis, pois existiu a possibilidade de fraude”.

Neste contexto, ele explanou como o sistema bolivariano perverteu os supostos ideais que o sustentaram e se transformou em uma máquina de perpetuação no poder: “O sistema foi criado pelos bolivarianos com falhas de todas as naturezas para permitir a prorrogação no poder de acordo com as vontades individuais. A Venezuela tinha um padrão de vida, havia lacunas sociais, mas a forma de resolver essa lacunas não é massacrando o povo, se sobrepondo a ele, mentindo para o povo e tomando o poder para destruí-lo imaginando que, com isso, você vai resolver essas lacunas sociais. Destruíram a base econômica, pegaram o dinheiro do povo, saíram comprando aliados pela América Latina”.

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...