sexta-feira, 25 de dezembro de 2020

Bolsonaro alerta sobre Socialismo, Venezuela, ‘pé na porta’ e ‘vale-tudo’: ‘Não tenho sangue de barata’


Em pronunciamento ao vivo, o presidente Jair Bolsonaro ressaltou os princípios que norteiam o seu governo, respondeu a quem pede que ele coloque o “pé na porta”, fez uma admoestação sobre o risco de um “vale-tudo” e frisou que “tudo tem limite” e que não teria “sangue de barata”.

Bolsonaro asseverou: “Não defendo o Socialismo. Não preciso esperar que o Brasil chegue à situação a que chegaram a Venezuela e outros países para saber que Socialismo não presta. É bom a gente aprender com o erro dos outros. Não quero que o Brasil se transforme em uma Venezuela. Eu quero democracia, liberdade”.

Neste contexto, ele explanou: “Alguns criticam: ‘ah, você tem que meter o pé na porta’. Bicho, você votou no cara errado. Eu estou fazendo a coisa certa. Os números indicam isso: na economia, também não tem corrupção (...). Não posso lançar o Brasil em uma aventura, em um vale-tudo, não vou. Mas todo mundo sabe que tudo tem limite. Não tenho sangue de barata. Lutei para chegar aqui, me livrei da morte, não vou deixar, se aparecer um dia um movimento conspiratório. Um movimento conspiratório. Não vai me tirar mesmo. Ou querer escravizar o nosso povo...”.


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...