sábado, 19 de dezembro de 2020

Bolsonaro detona Maia e Doria, alerta sobre Haddad, Ciro, Alckmin e o PT e faz desabafo


Em transmissão ao vivo, o presidente Jair Bolsonaro criticou severamente as recentes atitudes de Rodrigo Maia, presidente da Câmara, e João Doria, governador de São Paulo. O chefe de Estado também fez uma advertência a respeito de como estaria o Brasil caso Haddad, Ciro ou Alckmin estivessem na Presidência.

Bolsonaro explicou sua perspectiva diante das eleições para a Presidência da Câmara dos Deputados: “Eu quero alguém que vá para lá e não trave as pautas de interesse do Brasil. Que coloque em votação as matérias. Foi promessa minha, foi pago no ano passado, mas o presidente da Câmara deixou caducar a MP. Não teve 13º do Bolsa Família neste ano. Vai cobrar de mim? Cobra do presidente da Câmara”.

No ensejo, ele assestou a culpa de Doria no que tange ao aumento de preços: “Ainda bem que o campo não ficou em casa. Consideramos atividade essencial. Nós zeramos o IPI do arroz, diminuímos vários impostos, em especial na saúde. O governador de São Paulo, João Doria, aumentou impostos, ICMS em quase tudo. Ninguém critica o governador de SP e critica a mim. Tudo aumentou de preço, lembra do teu governador, dos deputados estaduais que aumentaram impostos. Lembra do ‘e daí?’. Eu pergunto para vocês agora: ‘e daí?’”.

Neste contexto, ele advertiu: “Eu não vou obrigar ninguém a tomar vacina porque sou responsável. Abrimos um crédito de R$20 bilhões para a compra, mas tem de passar pela ANVISA, como disse o Tarcísio. Tudo é um grande mistério ainda. É uma irresponsabilidade tratar algo que pode ter efeito colateral com açodamento. Se eu tivesse morrido em Juiz de Fora, quem estaria disputando as eleições? Haddad, Ciro e Alckmin. Com esses três chegando, como estariam se comportando neste momento?”.

Ademais, Bolsonaro fez uma admoestação a respeito do que ocorreu em países vizinhos: “Na Argentina, voltou a Cristina Kirchner, que é da turma da Dilma, do Evo Morales, do Maduro. A imprensa trata o Figueiredo como ditador e o Fidel Castro como presidente. O ditador de Cuba hoje, eu nem sei quem é”.


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...