terça-feira, 22 de dezembro de 2020

Jornalista preso a mando de Alexandre de Moraes perde o movimento das pernas e deputados se pronunciam


Por volta da meia-noite, a esposa do jornalista Oswaldo Eustáquio, preso a mando de Alexandre de Moraes nos inquéritos que conduz em segredo no Supremo Tribunal Federal, informou que o jornalista perdeu o movimento das pernas no acidente que o levou ao hospital. Sandra Terena disse: “Gente, estou aqui no hospital. Só falei com o médico. Fui informada que meu marido Oswaldo Eustáquio teve fratura na 5t e chegou ao hospital sem o movimento das pernas. Até agora nem eu nem o advogado pudemos ver meu marido. Angustiante isso. Ele precisa fazer ressonância”.

A deputada Bia Kicis, que estava acompanhando o caso, afirmou: “Acabo de sair do hospital de base onde estive com o médico que atendeu o Oswaldo Eustáquio. Ele fez uma tomografia e está com uma lesão na 5ª vértebra que precisa ser investigada por uma ressonância magnética. O HBDF não possui esse aparelho (absurdo, será minha 1ª emenda 2021). A expectativa é de que o exame seja feito em outro local em 2 dias. Falei com o secretário de segurança do DF, Anderson Gustavo, para garantir junto ao governo do DF que a ressonância seja feita nas próximas horas a fim de que se identifique a real extensão da lesão e se dê o tratamento a tempo.Já contactei um dos maiores neurocirurgiões em coluna do Brasil  e o pus em contato com o médico do HDB. Ele está acompanhando e me dando as orientações. O mais importante é cuidar da saúde, depois da apuração dos fatos”. Pouco depois, ela acrescentou: “Acabo de receber uma ligação do 

Delegado Anderson Torres (Secretário de Segurança Pública do DF), que conversou com o secretário de saúde do DF, Osnei Okumoto, que garantiu que a ressonância será feita amanhã às 7:00 h da manhã no HUB. Obrigada Secretário Anderson e Secretário Osnei pela pronta resposta.Agora é rezar para que tudo termine bem! Agradeço ao dr. Vinicius Benites (o neurocirurgião que mencionei acima) por todo apoio e seguimos acompanhando”.

Uma imagem de uma ficha médica que circula na internet, atribuída ao hospital, relata que o jornalista já encontrava-se paraplégico quando foi socorrido. Segundo o documento, houve “acunhamento do corpo vertebral torácico T5, com colapso parcial de sua placa terminal superior, determinando redução de sua altura em até cerca de 30%, sem retropulsão do muro posterior” 

A jornalista Fernanda Salles indignou-se: “A esposa do jornalista Oswaldo Eustáquio informou que o marido sofreu uma fratura na coluna e chegou ao hospital sem o movimento das pernas. Eis o resultado da caça promovida pelo Supremo Tribunal Federal ao pai de família”.

O investidor Leandro Ruschel fez um apelo ao presidente Bolsonaro: “Caro presidente,  há um jornalista brasileiro preso por motivação política chamado Oswaldo Eustáquio. Não são sabidas as circunstâncias exatas que levaram a uma fratura de vértebra na prisão, mas ele está sem movimento nas pernas e precisa de um exame, urgente”. Ruschel acrescentou: “Há um jornalista preso por crime de opinião e a "imprensa" aplaude. Isso é tudo que você precisa saber sobre a "imprensa" brasileira”.

O grupo Médicos pela Liberdade declarou: “Tudo isso é de uma crescente de absurdos que só nos choca, enoja e decepciona. Como pode um preso político, fruto de um inquérito ilegal, preso sem acusações formais, sob a custódia do Estado, sofrer um trauma de tamanha gravidade com uma justifica tão estapafúrdia? Onde estão os direitos humanos? Onde está a liberdade de imprensa? Onde está a democracia? Já estamos em curso de uma ditadura! Isso é fato! Quando aqueles à quem creditamos nossas esperanças, se insurgirão contra as barbaridades praticadas pelos Imperadores do Brasil?”

A deputada Bia Kicis conversou com repórteres e ativistas e afirmou que ainda não é possível saber se os danos são permanentes. Ela explicou que o jornalista precisa de uma ressonância com urgência para avaliar a extensão dos danos e a possibilidade de serem irreversíveis. 

Bia Kicis explicou: “Não tentei falar com o Oswaldo. Ele está descansando. O advogado dele vai falar com a esposa dele. Quero falar com o médico para saber o que está acontecendo. A pancada foi na coluna. Pode ser algo que volte logo, recupere, ou pode ser preciso fazer cirurgia. Ele fez tomografia, mas precisa de ressonância, que não tem neste hospital. Vamos fazer essa ressonância nas próximas horas, pois ele não pode esperar muito".

A deputada acrescentou: "Ele não está sentindo as pernas, isso pode ser uma coisa passageira, pois ele sofreu uma lesão. Pode voltar normalmente, mas a gente só vai saber depois que a ressonância for feita. Já falei com um amigo que é um dos melhores neurocirurgiões do mundo, especialista em coluna, em fazer as pessoas andarem. Ele disse que a ressonância tem de ser feita imediatamente. Já falei com o secretário. Vai tomar todas as providências para fazer. Com a ressonância, os médicos poderão dizer se vai desinchar, se não foi nada, ou se vai precisar de uma cirurgia".

A internação do jornalista gerou indignação entre os cidadãos, que buscavam informações sobre o estado de saúde de Oswaldo Eustáquio e as causas do acidente, ocorrido na penitenciária da Papuda. Diversos cidadãos dirigiram-se ao local para tentar ajudar e manifestar solidariedade, e outros se manifestaram pelas redes sociais. 

O deputado General Girão se manifestou: “Minha solidariedade ao jornalista Oswaldo Eustáquio. O Alexandre de Moraes precisa entender que não é Deus. E, que deve respeitar as opiniões divergentes, bem como entender a sua Missão#SUPREMOÉOPOVO”. 

O presidente do PTB, Roberto Jefferson, questionou: “Estranho o acidente do guerreiro Oswaldo Eustáquio. Caiu da privada? Quem conhece cadeia sabe que a violência se esconde no banheiro. O supremis deve explicações convincentes e urgentes ao povo brasileiro. Qual o crime do jornalista Oswaldo Eustáquio? O crime dele é criticar o STF e os ministris. O crime dele é denunciar um inquérito ilegal e inconstitucional. Nada mais revelador do caráter esquerdista do STF do que perseguir um jornalista por suas opiniões. STF virou bolivariano.”.

O deputado Carlos Jordy afirmou: “Já conversei com o advogado do Oswaldo Eustáquio, Dr Ricardo, que me informou das medidas jurídicas que estão sendo tomadas. Já oficiei o Ministério da Justiça e Segurança Pública e Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos para averiguar os fatos que levaram à sua hospitalização e para que tomem providências para garantir sua integridade. Ele não será abandonado!”. Pouco depois, Jordy acrescentou: “Acabo de falar por telefone com o Ministro André Mendonça, que informou ter recebido meu ofício e me assegurou que irá apurar os fatos e garantirá que não haverá abusos ou ilegalidades contra Oswaldo Eustáquio”. 

O músico Filipe Trielli questionou: “Quantas pessoas com menos de 70 anos caem do vaso sanitário por década? Por que os advogados não têm acesso às informações? Tem coisa feia nessa história”.

O jornalista Paulo Enéas informou: “O jornalista Oswaldo Eustáquio foi hospitalizado há pouco em decorrência de algo que ocorreu a ele na prisão. Estamos apurando”. Pouco depois, acrescentou: “O que está acontecendo com Oswaldo Eustáquio equivale a atravessar o Rubicão. Até esse momento, não vimos nenhum órgão oficial do governo manifestar-se, especialmente o Min. Direitos Humanos, que atuou diretamente para a prisão do jornalista. O Brasil vive um momento de trevas”.

O deputado federal Daniel Silveira, aliado do presidente Jair Bolsonaro, se pronunciou: A respeito do Oswaldo Eustáquio, nosso gabinete já está prestando assistência e à disposição para as medidas cabíveis caso haja necessidade de ações que possamos intervir.

A ativista Érica Viana, que está em prisão domiciliar a mando de Alexandre de Moraes, conclamou: “Oremos pela saúde do Oswaldo Eustáquio e para que Deus faça valer a verdade para cada preso político”.

O escritor Bernardo Küster alertou: “Oswaldo Eustáquio, que é preso político, foi hospitalizado por uma razão até agora desconhecida”.

Henrique Olliveira, co-fundador do Movimento Brasil Conservador, disse: “Qual foi o crime cometido por OSWALDO EUSTÁQUIO para estar preso? Eu respondo: NENHUM!”. Olliveira acrescentou: “Não interessa se você gosta ou não de OSWALDO EUSTÁQUIO. Estamos falando de LEIS. Uma pessoa não pode (ou pelo menos não deveria) ser presa sem cometer crime algum. Mas a justiça no Brasil virou mesmo "terra de ninguém"...”

O advogado Emerson Grigollette apontou: “Nada, absolutamente nada justifica uma pessoa cumprir domiciliar sem nem ter  denúncia formalizada. Menos ainda ter decretada prisão preventiva por descumprimento da primeira. Parabéns ao colega defensor do jornalista Oswaldo Eustáquio pela combatividade!”

Carmelo Neto, vereador eleito, protestou contra Alexandre de Moraes: “Oswaldo Eustáquio, que estava preso por ordem monocrática de Alexandre de Moraes, foi hospitalizado hoje. O STF está preocupado em prender jornalista e soltar criminosos, como André do Rap, que até hoje está desaparecido. Minha solidariedade à Oswaldo e rezo pela sua recuperação”.

Sara Winter, amiga de Oswaldo Eustáquio que está em prisão domiciliar, relatou: “Por volta das 14h, o jornalista Oswaldo Eustáquio, que está no presídio do Distrito Federal a mando do Ministro Alexandre de Moraes, foi conduzido ao hospital de base do Distrito Federal. Nem sua família, tampouco seu advogado foram avisados. Oswaldo não foi registrado no hospital. Sua esposa, Sandra Terena foi comunicada que supostamente ele teria “escorregado e batido a cabeça no vaso sanitário”. Até a presente hora, o hospital NÃO liberou a visita de Sandra, mas informou que Oswaldo fraturou a coluna e não sente o movimento das pernas, encontrando-se PARAPLÉGICO. O quadro pode ser algo passageiro, mas pra saber é necessário uma RESSON NCIA e não há no hospital que ele está. Estão mantendo ele lá a força!! Ele precisa ser transferido pra outra unidade pra realizar esse exame IMEDIATAMENTE, mas não o fazem! Parece que querem aleijá-lo propositadamente!!! Por favor, rezem para que isso tudo seja revertido”.

Roberto Boni, do Canal Universo, que também é alvo dos inquéritos de Alexandre de Moraes, declarou: “O sofrimento da Nação e todas as perseguições vêm da Omissão e Prevaricação dos que não seguem a Constituição Federal e nem a defendem conforme juramento feito”.


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...