sábado, 2 de janeiro de 2021

Bolsonaro defende medida para proteger policiais em operações, critica mídia e anuncia projeto


Em pronunciamento ao vivo, o presidente Jair Bolsonaro salientou que, após as eleições na Câmara e no Senado, pretende pressionar pela votação do projeto conhecido como “excludente de ilicitude” com a finalidade de proteger policiais que cumprem missões operacionais.

O presidente explicou: “É uma profissão que grande parte da mídia não valoriza. A gente sabe da dificuldade, de como é difícil enfrentar o crime, organizado ou não (...). Muitas vezes, em combate, a culpa recai sobre os policiais. O que eu pretendo, com as novas mesas da Câmara e do Senado, é colocar em votação o que a gente chama de excludente de ilicitude”.

Neste contexto, o chefe de Estado explicou o problema: “Ou seja, o policial acabou de cumprir uma missão. Alguém pagou a missão para ele. Ou foi o comandante do batalhão, com toda certeza passou pelo comandante-geral da Polícia Militar, secretário de segurança e governador também. Após o cumprimento da missão, não é justo receber, no dia seguinte, a visita de um oficial de Justiça, começar a responder a um processo, quem sabe receber já uma prisão preventiva para apurar, 2, 3 anos depois, se é culpado ou não”.


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...