sábado, 2 de janeiro de 2021

Bolsonaro rebate jornal Correio Braziliense e adverte para ‘limite’ de endividamento: ‘Tenham vergonha na cara!’


Em transmissão ao vivo, o presidente Jair Bolsonaro refutou uma matéria do jornal Correio Braziliense, alfinetou Globo, Folha de S. Paulo e Estadão, além de advertir para o estado de endividamento do Brasil e rebater quem utilizou a Lei Rouanet indevidamente.

O chefe de Estado explicou: “Governadores, se querem quebrar seus estados e jogar o problema no meu colo...Correio Braziliense é outro jornal que está entrando na linha da Folha de S. Paulo, Estado de S. Paulo e O Globo. Dizem que, em 2021, terei de encontrar uma solução para o desemprego, PIB e COVID. Tenham vergonha na cara! Você tem que buscar os governadores e prefeitos que destruíram empregos. Nós mantivemos a economia viva”

No ensejo, ele apontou: “Outro golpe em cima do poder central, é golpe em cima do povo, o endividamento não é meu, o dinheiro é do povo. PIB está relacionado com o emprego. Quanto à pandemia, não tenho nada a ver com isso, segundo o STF. Quem trata disso são os governadores e prefeitos. Nós damos recursos e meios. Já assinei um cheque de R$20 bilhões para a vacina”.

Dessa forma, ele questionou os motivos pelos quais a velha imprensa tenta responsabilizá-lo por mazelas decorrentes de ações de governadores e prefeitos: “Qual a intenção de jogar em cima de mim? Falta vergonha para a mídia brasileira, essa mídia brasileira é uma vergonha. Se vocês fossem isentos, o Brasil estaria bem. Vocês são mentirosos, calhordas. Não vai ter mais grana para vocês da propaganda oficial do governo”

Bolsonaro rebateu, ainda, o que qualificou como “picaretas da Lei Rouanet”: “A esquerda diz que sou inimigo da cultura. Eu sou inimigo dos picaretas que vocês bancavam com a Lei Rouanet”.


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...