sábado, 6 de fevereiro de 2021

Presidente da Petrobras, Guedes e Bolsonaro dão aula em resposta a jornalista do Grupo Globo


Em coletiva de imprensa ao lado de Paulo Guedes, ministro da Economia, e do presidente Jair Bolsonaro, Roberto Castello Branco, presidente da Petrobras, deu uma aula a respeito de como a gestão do Governo Bolsonaro está permitindo uma reestruturação da empresa, além de repudiar falhas substanciais de gestão praticadas durante a era petista. Em resposta a um jornalista do Valor Econômico, que pertence ao Grupo Globo, Bolsonaro e Guedes explicaram a importância de atender à Lei de Responsabilidade Fiscal, agindo de maneira estratégica para diminuir o peso do Estado sobre os cidadãos.

Castello Branco ressaltou: “A experiência passada de preços descolados do mercado internacional gerou uma perda de R$40 bilhões. Isso se espalhar pela economia brasileira, impacta na percepção de risco, nas taxas de juros internas, na inflação, para desestimular investimentos. De 2011 a 2014, se praticou essa política. De 2016 a 2017, acima do mercado internacional. A partir de 2018, reajuste diário de preço, deu no que deu. No Governo Bolsonaro, preços de acordo com o mercado internacional, a Petrobras não só aumenta preço, ela baixa o preço”.

Ademais, o economista explanou: “Nos cinco primeiros meses do ano passado, a Petrobras reduziu os preços em 40%. Nos postos, foi só de 14%. Graças à independência, avanços significativos têm sido realizados. Em 2019, foi a empresa de petróleo que mais investiu no mundo. Deixou de ser importador líquido para ser exportador de petróleo. Recordes de produção, recordes de exportação de petróleo. A Petrobras transferiu às três esferas de governo, nos dois últimos anos, R$379 milhões de reais, mesmo tendo sido, no ano passado, um ano de preços muito baixos de combustíveis e petróleo”.


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...