domingo, 21 de fevereiro de 2021

Senador Jorge Kajuru envia carta impactante para Fux, do STF, ao abordar Daniel Silveira e Alexandre de Moraes


O senador Jorge Kajuru divulgou, em suas redes sociais, uma carta aberta enviada a Luiz Fux, presidente do STF, por ocasião da prisão do deputado federal Daniel Silveira. Kajuru reprovou as declarações de Daniel Silveira, mas salientou: “temos que definir até que ponto, sem censura, um parlamentar pode ir. Do mesmo modo, ministros que cometem erros imperdoáveis precisam ter o limite até onde julgam”.

Escute a íntegra da carta do senador:

“Presidente Fux, o senhor é sabedor do respeito e admiração que lhe tenho. Também tem conhecimento que eu sempre soube separar os porcos e os pássaros do STF. Todavia permita-me discordar da definição usada pelo senhor imaginando um sui***** dos parlamentares nesse caso lamentável envolvendo o deputado federal do PSL Daniel Silveira.

1

Já opinei que para definir o STF como um poder intocável ou que até manda no Brasil, você jamais pode dizer que o bom ministro Edson Fachin tem que levar uma surra.

2

Entendo que um ministro (e aí tem uns cinco) deve ser punido por julgamentos revoltantes, que provocam a indignação e a descrença da pátria amada, além de manchar a imagem do Supremo. E aí, presidente, se acaba generalizando de forma errada, repito em função da separação dos porcos com os pássaros.

3

Conclusão: um parlamentar tem a imunidade e liberdade de expressão. Mas não pode, em hipótese alguma, propagar violência. Assim como também não pode ser preso como um marginal. Definitivamente, temos que definir até que ponto, sem censura, um parlamentar pode ir. Do mesmo modo, ministros que cometem erros imperdoáveis precisam ter o limite até onde julgam.

Respeitosamente, senador Jorge Kajuru, do partido Cidadania”.


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...