quinta-feira, 25 de março de 2021

Bolsonaro retruca desinformação propagada pela velha imprensa e cita Japão, Itália e Portugal


Em sua live semanal, o presidente Jair Bolsonaro falou, principalmente, sobre vacinas e as estratégias do governo federal para lidar com a pandemia e minimizar os efeitos das medidas tomadas por governadores e prefeitos a pretexto de combatê-la. Bolsonaro falou sobre as medidas econômicas que serão tomadas a partir de abril, com retomada do auxílio emergencial e do Pronampe, além de outras medidas para ajudar a população.

Bolsonaro leu trechos de diversas matérias da velha imprensa que noticiaram a decisão da chanceler Angela Merkel de cancelar um lockdown previsto para a Semana Santa, assim como notícias sobre os efeitos deletérios de lockdowns para a economia e as pessoas. 

O presidente lembrou ainda várias campanhas de desinformação propagadas pela velha imprensa e mostrou que todo o mundo sofre com a demora para obter vacinas, citando Japão, Itália e Portugal, entre outros, que enfrentam lentidão devido a problemas com a obtenção de vacinas e seringas. Bolsonaro disse: “problemas, vários países têm. Não é uma exclusividade do Brasil, não é atraso. É a quantidade de vacinas. Não tem vacina, dessa forma, disponível no mercado”. O presidente lembrou ainda que o Brasil tem vacinas e seringas disponíveis porque se preparou para isso durante meses, assinando acordos que agora rendem frutos. 

Bolsonaro explicou ainda: “em setembro do ano passado, assinei a Medida Provisória para o Brasil ter o IFA próprio e podermos produzir aqui. Em cerca de três meses, poderemos fabricar a vacina aqui no Brasil. O Brasil será o quinto país com capacidade de fabricar completamente uma vacina própria. Poderemos, depois de vacinar toda a população, exportar vacina própria”. 


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...