terça-feira, 9 de março de 2021

Roberto Jefferson anuncia que pedirá impeachment do ministro Fachin, do STF, após anulação de condenações de Lula


O presidente do PTB, Roberto Jefferson, anunciou que o corpo jurídico do partido está elaborando um pedido de impeachment do ministro Edson Fachin, do STF, responsável por decisão que anulou condenações do ex-presidente Lula no âmbito da Operação Lava Jato. Neste contexto, ele ressaltou que não admitirá omissão da parte de Rodrigo Pacheco, presidente do Senado Federal. O político declarou: 

Nosso Departamento Jurídico do PTB está elaborando um pedido de impeachment do ministro Edson Fachin. Estamos avaliando os abusos cometidos por Fachin para podermos dar entrada no pedido de impeachment no Senado. Posteriormente daremos mais informações.

Já apresentamos pedido de impeachment de Alexandre Moraes. Apresentaremos pedido de impeachment de Fachin. Se Pacheco não colocar os pedidos para serem votados, ingressaremos com notícia-crime na PGR contra o presidente do Senado por prevaricação e por não cumprir a Constituição.

Daniel está preso, Eustáquio está em prisão domiciliar, Sara Winter também. O que eles fizeram? Duras críticas ao STF e a ministros. Já Lula, que comandou o maior escândalo de corrupção da história, foi inocentado.

Lula roubou o País. Liderou o governo do partido responsável pelo maior escândalo de corrupção da história. Se favoreceu pelo roubo e foi inocentado na caneta de um ministro colocado lá pelo PT. Já Daniel Silveira está sendo mantido preso por ter feito críticas ao STF. Vai Brasil!

No Brasil não é que o poste esteja mijando no cachorro. O poste está mijando no cachorro, rindo da cara dele e ainda ameaçando com prisão caso ele reclame. Lição que fica: você pode roubar, mas não pode falar mal do STF.

Em 1° de março o vice-procurador-geral da República, Humberto Jacques de Medeiros, enviou manifestação ao STF se colocando a favor de que o deputado federal Daniel Silveira deixe a prisão. Mas até agora nada.

Graças a Fachin, o dólar fechou em 5,77. O maior patamar desde maio do ano passado. Maior até do que na recente mudança de comando da Petrobras. Quero ver a extrema imprensa culpando Fachin pelo derretimento do real como fizeram com Bolsonaro. Será que vão criticar o ministro?

Se fosse Lula até já teriam mudado o Código Penal para libertá-lo.

O PDT entrou na PGR com pedido de interdição do presidente Bolsonaro por falta de ‘capacidade mental’ para exercer o cargo. Olha o golpe aí.

Boa essa que alguém falou aí: "Se Lula sofrer uma queda, o STF derruba a Lei da Gravidade”.

Ademais, ele citou Rui Barbosa: “De tanto ver triunfar as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça. De tanto ver agigantarem-se poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto".

Outrossim, Jefferson criticou incoerências do STF e revoltou-se diante da emergência de atos de autoritarismo por parte de políticos e agentes do Estado, fazendo sérias advertências: 

“Uma das frases do dia: 'Se o Lula for preso em uma blitz dirigindo bêbado, certeza que o STF acaba com a Lei Seca'.

‘Especialistas’ ouvidos pela imprensa afirmam que a decisão de Fachin foi mais para salvar Moro do que para inocentar Lula. 

Se é mesmo isso, então foi ainda pior, porque Fachin ajudou Lula com a mão esquerda e Moro com a outra mão. É execrável sob todos os pontos de vista.

A insegurança jurídica e o conflito entre poderes, mais a secessão provocada por governadores, clima construído pelo STF, chegou ao limite. O povo está de joguete nas mãos de tiranos, grave afronta à Constituição. Nem os militares ousaram tanto.

Liberado para participar da eleição pelo STF, quero agora ver Lula andar em uma praça pública, comparecer a uma feira, rodar pelo saguão de um aeroporto. Será que ele consegue? Ou vai continuar andando de jatinho e se escondendo em eventos fechados?

Em sua decisão, Fachin mandou que as ações contra Lula sejam encaminhadas a um dos quatro juízes das duas varas criminais federais do Distrito Federal: a 10ª ou a 12ª.

Isso é puro teatro. Jamais Lula será condenado novamente. O STF fez com que o crime compensasse.

Não demora e Lula vai dar uma de Guaidó e se autoproclamar presidente. Ou Zé de Abreu, que é a mesma m*.

Um pouco antes da decisão de Fachin saiu o decreto do governador do DF impondo toque de recolher na Capital da República, que impede que as pessoas saiam de casa sob pena de prisão e multa de R$ 2 mil. 

Foi jogo combinado?

Escritórios de advocacia em festa. A decisão de Fachin pode ser estendida a diversos corruptos da Lava Jato, e o dinheiro apreendido pela Justiça voltará para o bolso dos condenados com juros e correção monetária. Vai faltar dinheiro para comprar vacina.

Luciano Huck, sobre a decisão de Fachin e a concessão dos direitos políticos de Lula, disse que "figurinha repetida não completa álbum". 

Já acabou o amor?

Na esteira da decisão de Fachin, não duvido que a Segunda Turma, aquela com Gilmar e Lewandowski, decida que foram os brasileiros que roubaram Lula, e mande o presidente Bolsonaro indenizar o chefão petista, e em 48 horas!

O senador petista Humberto Costa postou ontem no Twitter um vídeo de Lula fazendo ginástica. E escreveu: "podem se preparar". 

Será que eles já sabiam o que iria vir da caneta de Fachin?

Os zumbis da petelândia saíram do estado de dormência em que estavam e vieram me xingar. Fachin deixou eles valentes, embora sejam todos covardões de rede social. Com Lula ou sem Lula, a esquerda vai tomar um pau nas urnas em 2022. Os brasileiros não elegerão os ladrões do PT.

Próximas decisões que devem ser tomadas por Fachin: devolver a Lula o triplex do Guarujá e o Sítio de Atibaia, devidamente reformados e mobiliados, além da devolução dos milhões das "palestras" dele financiadas pela Odebrecht no exterior.

Está mais do que na cara que temos hoje no Brasil um conluio entre o Judiciário, a extrema imprensa, os partidos de esquerda e governadores e prefeitos de oposição para aproveitar a crise com objetivo de tomar o poder na marra. Só cego não enxerga isso.

Eduardo Cunha já está comemorando a decisão de Fachin. Ele vai virar o herói dos condenados da Lava Jato.

Se um ministro se acha no direito de cancelar condenações de diversas instâncias da Justiça para inocentar Lula, qual será o próximo passo no STF? Algum ministro se achará no direito de afastar o presidente da República após algum pedido do PT, do Psol ou da Rede. Vão vendo. Fachin, numa canetada só, acabou com todo o trabalho da Lava Jato. E ainda será responsável pela libertação de quase todos os que foram condenados por Moro nos processos em Curitiba. Fachin está promovendo o maior saidão de criminosos do colarinho branco que a história já viu.

A decisão de Fachin não se esgota só na situação de Lula. Se ele considerou que a 13ª Vara Federal de Curitiba não poderia julgar os casos, todos os que foram condenados por Moro poderão pedir a eliminação de suas sentenças. E mais: pedir o dinheiro de volta que tiveram que pagar

Uma das ações de Lula foi julgada na primeira instância, no TRF-4 e no STJ, e Fachin, com uma canetada só, cuspiu na cara de grande parte do Poder Judiciário. Ministros do TRF e do STJ que julgaram a ação, vão aceitar calados? Jamais se viu decisão tão ampla de um só ministro.

É apenas coincidência que Fachin tenha decidido dar uma canetada para inocentar Lula um dia depois que saiu uma pesquisa afirmando que o quadrilheiro seria o único que poderia derrotar Bolsonaro em 2022?

A canetada de Fachin vai custar bilhões aos brasileiros, já que o BC terá que queimar reservas para segurar a disparada do dólar. Mas a gente não pode criticar um ministro do STF que eles mandam prender. Estamos virando uma espécie de Cuba com o STF no papel de Partido Comunista. O dólar está disparando e a bolsa despencando com a decisão monocrática de Fachin para inocentar Lula. Quero ver a Globo e a extrema imprensa criticarem a ação de Fachin para o derretimento do mercado, da mesma forma que fizeram com Bolsonaro na mudança de comando da Petrobras. 

Fachin foi o ministro que mais se irritou com o livro do General Villas-Boas em que fala sobre o famoso tuíte na época em que o STF julgava HC de Lula. Será que a decisão de livrar a cara de Lula também é para dar uma resposta ao General?

Fiquem atentos aos acontecimentos: Marco Aurelio mandou a denúncia da PGR contra Bolsonaro para a Câmara votar se aceita ou não, o que pode determinar o afastamento do presidente; Fachin anula as condenações de Lula e devolve os direitos políticos dele. O que virá pela frente? 

Fachin mostrou para o que foi colocado no STF. É uma espécie de desembargador Favreto supremo. A imprensa petista não faz a mínima questão de esconder a sua alegria com a decisão de Fachin. A Globo está em festa. Há tempos não faziam um Plantão da Globo com tanta efusividade. Fachin foi o ministro que recentemente disse que a democracia está ameaçada. Quem mais ameaça a democracia e o Estado de Direito do que um ministro do STF que se acha dotado de poderes que sequer estão na Constituição?

Essa é a prioridade do Brasil, inocentar Lula? Acusam Bolsonaro de não fazer nada para combater a pandemia, mas o que mais estão preocupados é com a situação política de Lula? Faltam palavras para classificar o sentimento diante de tamanho absurdo.

Um ministro do STF tem o poder de simplesmente acabar com anos de julgamentos de três instâncias da Justiça em apenas uma canetada? E falam que Bolsonaro é autoritário? A Constituição não delega a Fachin todo esse poder. É insanidade!!

Enquanto governadores e prefeitos abusam de seus poderes, tomam medidas arbitrárias e ilegais afrontando os direitos dos cidadãos, o STF está mais preocupado em manter Daniel Silveira preso e Lula e sua quadrilha soltos.

Vejam só: enquanto fecham o comércio, trancam as pessoas em casa, impedem o direito de ir e vir, Fachin anula todas as condenações de Lula em única canetada. Isso é um golpe. Isso é absurdo abuso de autoridade. Que loucura é essa que vivemos no Brasil? Não há mais lei nem ordem no Brasil. Cada um faz a barbaridade que quer e o STF não está nem aí.

O STF vai julgar na próxima quinta-feira se aceita ou não a denúncia da PGR contra o deputado Daniel Silveira. Alguma dúvida de que o placar será de 11x0 a favor da aceitação da denúncia? Monica Bergamo, porta-voz do PT, diz que a Lava Jato fez o Brasil perder R$ 172 bilhões em investimentos e encerrou 4,4 milhões de empregos. De onde ela tirou esses números? De um estudo da CUT, entidade inimiga da Lava Jato.

CUT como fonte na área de economia? Que decadência...

A Folha de S.Paulo, em editorial, afirma que a "multiplicação de fardados em empresas estatais não é boa para as Forças nem para o Brasil".

Quando Lula e Dilma promoveram a multiplicação de sindicalistas e gente do MST em empresas estatais, a Folha não achou que era um problema.

Em resposta aos decretos de lockdown assinados por diversos governadores, o presidente Bolsonaro afirmou que está preparando projeto de lei para enviar ao Congresso com objetivo de ampliar a lista de atividades essenciais e desta forma salvar milhões de empregos”.

Consoante Roberto Jefferson, decisões do STF chega a ameaçar a integridade territorial do Brasil e a própria soberania nacional, utilizando de métodos análogos aos bolivarianos: 

O STF é hoje uma grave ameaça à integridade territorial de nosso Brasil. Nossa corte constitucional ‘venezuelana’ está criando republiquetas bolivarianas. O STF ameaça a integridade e a soberania nacional. A ruptura da ordem constitucional nos levará a divisão geográfica do País. Estados Confederados, republiquetas bolivarianas e aí, teremos perdida a Amazônia. O STF se acumpliciou a governadores com esse claro objetivo. Uma anarquia.

O STF rasgou a Constituição quando tirou das mãos do Presidente a coordenação sanitária e econômica na pandemia. Agora rasga de novo ao permitir que governadores decretem toque de recolher. O STF fundou os Estados Confederados do Brasil. Dividiu a nossa Pátria Amada Brasil.

A secessão está a dividir o Brasil. Só o Presidente da República pode decretar estado de sítio e toque de recolher, ouvido o Congresso. Governadores rasgam a Constituição e tiranizam o povo. Essa prática repetida nos levará a uma separação interna, republiquetas bolivarianas.

Já tem gente pulando pra dentro da barca lulopetista? 

Com Lula liberado pelo STF para ser candidato, vamos agora poder saber quem está de verdade ao lado do presidente Bolsonaro”.

Jornalistas dizem que Fachin tomou decisão mais para salvar Moro do que para ajudar Lula (uma falácia). Entretanto, Gilmar Mendes vai peitar Fachin e marcou para hoje o julgamento da ação de suspeição do ex-juiz. 

Na briga entre ministros do STF, eu torço pela briga.


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...