quinta-feira, 18 de março de 2021

Roberto Jefferson aponta conluio de Lula, Doria, mídia e FHC contra Bolsonaro


Por meio de suas redes sociais, Roberto Jefferson, presidente do PTB, assestou a existência de um conluio entre o PSDB e o PT com o intuito de combater o presidente Jair Bolsonaro. 

Jefferson encetou: “Lula disse que ‘não negará convite para ser candidato em 2022’.  Mas é claro que não negará. Ele mesmo vai se convidar para ser candidato. Ou alguém acha que o PT vai escolher Haddad em vez dele?

A Associação Nacional MP Pró-Sociedade, formada por membros do MP de todo o país, acaba de protocolar, formalmente, um pedido para que o Presidente Bolsonaro decrete ‘Estado de Defesa’ a fim de restabelecer a normalidade no país. Querem ver o escândalo que a imprensa vai fazer?

Segundo o Datafolha, 50% dos brasileiros são contra o impeachment do presidente Bolsonaro. Se o Datafolha está dizendo que são 50%, pode colocar aí uns 60%, e subindo.

Eu estranho, sinceramente, que poucos, muito poucos ministros defendam de público o HONRADO PRESIDENTE JAIR BOLSONARO.Aplaudam o Presidente, Honrem o Presidente, covardes! No passado, o PTB elegeu um honrado prefeito na cidade de Três Rios. Campeão de boas obras, mas um homem só. Fiz uma emenda para levar água ao bairro dos Pilões. Na inauguração, o povo feliz e presente. Saltamos do carro e o secretariado nem aplaudiu. Eu gritei: aplaudam, covardes”.

Neste contexto, ele criticou a Rede Globo severamente: “A Globo, em seus telejornais, mais parece um filme de terror. Mas, passado o jornal, é só alegria. É novela, é Big Brother, é programa de auditório, é show, é gente sorridente e parecendo que está em outro planeta. E depois dizem que Bolsonaro não tem ‘empatia’ com as vítimas.

Maju, antes de dizer que o ‘choro é livre’, devia andar em uma rua comercial de São Paulo, para ver quantas pessoas estão chorando por terem perdido sua fonte de renda. Mas não numa essas ruas frequentadas pelos ricos da Globo. Vai lá, Maju, e diga para eles que o choro é livre”.

Ele também rebateu Maria Cristina Fernandes, colunista do Valor Econômico e comentarista da CBN, ambos do Grupo Globo: “Quantos jornais o Valor vende por dia? Quantos brasileiros lêem essa geringonça p/dia? Você, Maria Cristina Fernandes, faz parte da imprensa que escreve suas notas no departamento comercial. Tenho certeza que Dória e Leite saberão remunerar à altura o aluguel de sua pena”.

Outrossim, o presidente de partido rebateu o site “DCM”: “MENTIRA!! Matéria do Diário do Centro do Mundo é mentira. Fake news. E mais: não apenas mentira, é difamação, calúnia, ofensa. Vale processo. Esse site é um daqueles que vivia pendurado na Secretaria de Comunicação da Presidência com PT. Vamos à Justiça”.

O político louvou, ademais, a atitude de Carlos Jordy, deputado federal que defendeu o presidente Jair Bolsonaro de insultos e difamações na CCJ: “Essa hashtag é quase uma redundância, mas temos que repetir daqui até as eleições:  #petistavagabundo. ‘Se ele é genocida, você é um vagabundo’, disse o deputado Carlos Jordy ao petista Paulo Teixeira. Carlos Jordy me representa”.

Jefferson também disparou contra André Mendonça, ministro da Justiça de Bolsonaro: “Como chama o Ministro da Justiça do nosso governo? É Sérgio Moro? Ele não fala nada contra os abusos do governadores e prefeitos praticados contra as famílias trabalhadoras e cristãs? Ele é tão omisso quanto o Moro, nós nem sabemos o nome dele”.

Nesta toada, Jefferson questionou lideranças do PT e do PSDB a respeito de suas contradições e rebateu FHC: “O PTB considera a democracia como valor fundamental e defende o respeito aos direitos e garantias fundamentais. Por isso ingressamos com ADPF no Supremo para barrar atos abusivos e autoritários. Aécio Neves voltou a criticar seu desafeto dentro do PSDB, o governador João Doria. ‘Ele tem obsessão pelo marketing’, disse Aécio. Essa obsessão tem um alto custo para o paulista: R$ 90 milhões. Com São Paulo batendo recordes de mortes por Covid, pra que gastar com propaganda?

Os dois maiores cânceres do Brasil são o PSDB e o PT. Nasceram na mesma base territorial, têm os mesmos financiadores, têm a mesma identidade ideológica. Um é cor de rosa, fabiano, outro é vermelho, stalinista. São cachaça do mesmo alambique. FHC disse que entre Bolsonaro e Lula, vota em Lula. E por acaso alguém tinha alguma dúvida de que os sinos do velho tucano se dobram pelo sapo barbudo? FHC rasgou a fantasia de centro e se jogou no colo de Lula, em entrevista hoje no Uol. Disse que Lula "tem jeito pra coisa" e que ele ‘não é o mal’. Quem perdeu o ‘jeito pra coisa’ há muito tempo foi o PSDB, e agora procura desesperadamente alguma carroça pra amarrar seu jegue.

Três notícias de hoje: Dória liga para Gleisi e se solidariza com ameaças a Lula; Dória confirma reunião com sindicatos; Lula escala emissários para ponte com Dória. 

Está nascendo a chapa Lulória, ou DoriLula. O PT e o PSDB enfim admitindo que são vinho da mesma pipa vermelha. Está surgindo uma chapa Lula/Dória. Como você chamaria essa chapa? Um seguidor aqui chamou de ‘Chapa Lacal - Ladrão de Calc*’.

Saiu pesquisa Datafolha apontando que para 43% dos 2.023 entrevistados, o presidente Bolsonaro ‘é maior culpado pela crise da Covid’. 

Decidir o que as pessoas podem ou não comprar? Isso é tirânico, é vil, é despótico. Jamais se viu algo assim no nosso País. E se dizem "democratas".

O presidente é criticado pela imprensa 24hs por dias, sete dias por semana, e tem contra ele Judiciário, governadores, prefeitos. É uma guerra!!

Todo dia estamos assistindo cenas promovidas pelos governadores de comerciantes sendo presos, vendedores ambulantes sendo presos, pessoas que estão caminhando na rua sendo presas. Quem não vemos sendo presos: ladrões, traficantes, criminosos de todo tipo. Esses estão tranquilos.

Guga Chacra disse que o presidente Bolsonaro é o ‘pior governante de uma nação democrática em toda história’. Guga deve achar que lindo foi o governo de Lula, o mais corrupto da história”.

Neste diapasão, ele proferiu críticas contundentes contra o PT e contra governadores: “Desejo sucesso ao novo ministro da Saúde. Já chegou no olho do furacão. Que consiga vencer as intempéries para fazer uma boa gestão à frente do Ministério.

A gente sabe que está entrando em uma perigosa onda esquerdista quando começa a ver as pessoas sendo presas porque querem trabalhar. A esquerda odeia o trabalho, só gosta do capital.

Um grupo formado por 310 médicos de Fortaleza assinou um manifesto em defesa do presidente Jair Bolsonaro e de sua atuação na pandemia de Covid-19. No documento, o grupo ressalta que Bolsonaro foi o único presidente que ‘derramou o próprio sangue pelo Brasil’.

O PT está sempre contra qualquer coisa que possa ser benéfica para o povo brasileiro. Atuam para quebrar o país, para destruir a economia, para arrasar os empregos e torcem pelo vírus. Lembrem disso.

A PGR enviou ofício a todos os governadores exigindo informações sobre quantos e quais hospitais de campanha foram construídos em seus estados. A PGR deu até sexta para que os governadores respondam. Aleluia!!! Enfim alguém resolveu agir para exigir respostas dos governadores.

Além de questionar os governadores sobre os hospitais de campanha que foram construídos, a PGR tem que exigir deles respostas sobre os motivos pelos quais muitos hospitais foram desmontados. E também solicitar a planilha de compras sem licitação de equipamentos para os hospitais.

Uma das notícias mais importantes do dia: ‘Brasil criou mais de 260 mil vagas com carteira assinada no primeiro mês do ano’. É simplesmente a maior geração de empregos para o mês desde o início da série histórica, em 1992. Mereceu apenas 18 segundos no Jornal Hoje da Globo.

Diferença entre jornalismo imparcial e jornalismo militante com mesmo tema: CNN: Brasil criou mais de 260 mil vagas com carteira assinada no primeiro mês do ano. Globo: Brasil criou pouco mais de 260 mil empregos com carteira assinada em janeiro/2021. Perceberam a diferença?”.

Nesta tessitura, ele criticou Andreia Sadi, da Globo News, pelo aspecto tendencioso de sua cobertura, além de não poupar críticas a artistas e personalidades que defendem Lula: “Andreia Sadi fez uma entrevista com a médica Ludhmila em que ela relatou ataques que teria sofrido, como uma tentativa de invasão em seu hotel. O hotel desmentiu que tenha ocorrido qualquer invasão, mas Sadi nada falou sobre isso. O jornalismo hoje é uma via de mão única. Caetano Veloso, Gilberto Gil, Chico Buarque, Wagner Moura e outros enviaram carta a Cármen Lúcia pedindo um ‘julgamento justo de Lula no STF’. O único ‘julgamento justo’ que aceitam é que Lula seja inocentado. Para essa turma, o bebum é inimputável, mesmo provada a sua culpa. Já são mais de dois milhões de assinaturas no abaixo assinado pelo #impeachmentAlexandreDeMoraes. Ainda não tinha visto um movimento assim tão expressivo a favor do impeachment de um ministro do STF. Sinal que ele não está sendo considerado essencial pelos brasileiros”.


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...