terça-feira, 2 de março de 2021

Senador reage a procuradores que tentam barrar obra de Tarcísio na Amazônia: 'Hipócritas'


O senador Plínio Valério se manifestou sobre ações do Ministério Público que se opõem às obras de recuperação de estradas na Amazônia. O senador disse: “E os que apontamos aqui que ficaram escondidos e calados enquanto amazonenses morriam porque o oxigênio não podia chegar em Manaus a tempo, reapareceram. Ações judiciais de procuradores confortavelmente instalados em seus gabinetes tentam parar as obras de recuperação da BR-319”. 

O senador acrescentou: “A pedido do MPF o TRF1 suspendeu ontem as obras de recuperação do lote C da BR-319. Se tiver um outro colapso e a rodovia não puder ser usada, quem se responsabilizará? Onde estava essa gente quando precisamos? Entre a floresta e o homem, decretam a morte do homem amazônida. Por que essa gente não aparece na hora que precisamos? Quantas pessoas precisam morrer mais por causa do isolamento de Manaus por terra? Essa ação para impedir a recuperação da BR-319, que não vai mais derrubar árvores, é criminosa”. 

A manifestação do senador, mencionando celulares, vem pouco tempo depois da divulgação de mensagens de procuradores que se queixaram dos telefones celulares que recebem, pagos pelos contribuintes. Os procuradores, que receberam iPhones SE, no valor de R$ 3.600,00, consideraram que os celulares seriam uma “esmola”. 

Veja a manifestação do senador Plínio Valério.


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...