domingo, 11 de abril de 2021

Deputado de Bolsonaro confronta Rodrigo Pacheco, presidente do Senado, por acatar ordem do STF para CPI


Em pronunciamento ao vivo, o deputado federal Bibo Nunes, aliado do presidente Jair Bolsonaro, proferiu críticas veementes a Rodrigo Pacheco, presidente do Senado Federal, por acatar ordem de Barroso, ministro do STF, que ordenou a instauração de uma CPI para investigar a atuação do Governo Bolsonaro no enfrentamento à pandemia.

Bibo encetou: “Bolsonaro está crescendo muito. A cada vez, se vê que Bolsonaro teve razão. Nesta semana, o assunto da semana vai ser a CPI da COVID. Em plena pandemia, vai gastar um dinheirão, desviar o foco e tentar fiscalizar o que fez o Poder Executivo, que deu dinheiro para prefeitos e governadores. Tem que fiscalizar os prefeitos e governadores, mas a tentativa é de desgastar o presidente Jair Bolsonaro”.

Ademais, o congressista protestou: “Deixo aqui meu protesto contra Rodrigo Pacheco, presidente do Senado. Estava gostando dele, mas foi de uma falta de pulso impressionante. O ministro do STF mandou e o presidente do Senado aceitou. Se fosse o presidente, eu responderia que cabe a mim, que o presidente do Senado sou eu. Faltou pulso. Sinto muito. Tem que mostrar quem manda, que é poder independente. O STF não tem que ficar achando que manda. Já houve um grande erro, um caos, pisotearam a Constituição, com a prisão do deputado federal Daniel Silveira”.

Dessa forma, ele frisou: “Se disse que é contra, que não é o momento, tem que resistir. É uma CPI totalmente política. Essa é minha opinião e tenho imunidade para isso. Não tenho medo”.


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...