sexta-feira, 9 de abril de 2021

Deputado de Bolsonaro, Otoni acusa golpe para derrubar o presidente após CPI ordenada por Barroso, do STF


Em pronunciamento ao vivo, o deputado federal Otoni de Paula explanou suas perspectivas a respeito de decisão do ministro Luís Roberto Barroso, do STF, que ordenou a instalação de uma CPI para investigar a atuação do Governo Bolsonaro na pandemia.

O parlamentar se exaltou: “O golpe está pronto. Eles, agora, só precisam executar. É uma CPI. Agora, o senador Pacheco já declarou à imprensa que vai, sim, abrir a CPI por determinação do ministro Barroso, do STF. Na verdade, tudo isso é um jogo: um jogo do STF, uma corte podre, constituída por pessoas de péssimo caráter, e o senador Rodrigo Pacheco. É tudo cartas marcadas”.

No ensejo, ele assestou contradições do presidente do Senado Federal: “Ele diz que está atendendo à minoria, que a minoria precisa ter voz. Por que, então, o senhor não abriu o pedido de impeachment contra Alexandre de Moraes? Por que não apoiou a CPI Lava Toga, a CPI do Supremo Tribunal Federal? Não venha com hipocrisia, com falácias. Está tudo armado. Essa CPI não tem nada de técnica. Ela é política. Não é para investigar roubos que governadores e prefeitos impuseram ao país. O que vocês querem, é ferrar, encurralar, derrubar o presidente Jair Bolsonaro”.  

Nesta toada, ele fez críticas veementes a integrantes da Suprema Corte: “O STF não quer acordo. Eles querem derrubar Bolsonaro porque eles também fazem parte do sistema. A decisão correta do ministro Barroso seria apontar que não poderia decidir sobre CPI, pois esta é uma prerrogativa do presidente do Senado Federal. Pacheco não reagiu porque o acordão está preparado, está combinado para a tentativa de golpe contra o presidente Jair Bolsonaro”.


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...