sexta-feira, 30 de abril de 2021

Senador Marcos Rogério fala da CPI e aponta: ‘Os bilhões do BNDES, que serviram para financiar ditaduras, ainda fazem falta’


O senador Marcos Rogério, em pronunciamento, defendeu que as investigações da CPI da pandemia sejam conduzidas com responsabilidade e evitando o revanchismo. O senador assinalou que, em relação ao governo federal, diferente da maioria das CPIs, esta CIP não está investigando atos de corrupção, e comentou: “já é um alento”. Marcos Rogério lembrou que, no que diz respeito a estados e municípios, já há indícios de corrupção que precisam ser investigados pela CPI. 

O senador Marcos Rogério explicou que há informações de municípios que, mesmo com muito dinheiro advindo do governo federal em suas contas, não usaram esses recursos em meios para enfrentar a pandemia. O senador apontou a importância da investigação e alfinetou colegas de CPI: “destilar ódio contra as ações anticorrupção e seus autores não é salutar”. 

Marcos Rogério fez também um alerta: “essa nossa preocupação atual não pode nos fazer esquecer dos atos de corrupção e de leniência que esse País viveu nas últimas décadas (...). Os bilhões desviados da Petrobras e de outras estatais poderiam ter levado o Brasil a construir mais leitos, clínicos e de UTI. Ao contrário disso, os governos dos tempos áureos da corrupção nos deixaram um sistema de saúde combalido. (...) Os bilhões do BNDES, que serviram para financiar ditaduras, também fizeram falta em 2020 e ainda fazem falta”.


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...