sábado, 8 de maio de 2021

Bolsonaro conclama cidadãos a lutarem por liberdade e retruca: ‘Só Deus me tira daquela cadeira’


O presidente Jair Bolsonaro conversou com cidadãos na entrada do palácio da Alvorada, ao retornar após sair para uma volta de moto. Bolsonaro conversou com um grupo que orou com ele e cantou louvores. Questionado sobre o seu principal desejo para o País, Bolsonaro disse: “O que eu quero para o meu país, para o nosso país, é paz, tranquilidade, progresso e liberdade acima de tudo”.

No ensejo, os cidadãos fizeram uma oração: “Que o nosso presidente receba, neste dia, cobertura espiritual, autoridade de Deus, revestimento e sabedoria. A mente dele será, no tempo da tua presença, para elaborar projetos para a nossa Nação. A boca dele falará o que o Senhor quer que seja dito. Quando ele disser, que a Tua autoridade esteja sobre a vida dele. Que o Senhor visite cada ministro, cada representante dele, em cada departamento de nosso país. E nós ordenamos: que os ímpios, os traidores, aqueles que se levantam contra, sejam destituídos”.

O chefe de Estado asseverou: “A liberdade não tem preço. Eu prefiro morrer lutando do que viver sem liberdade até os 100 anos de idade. Quem destruiu os empregos não fui eu. Foram os governadores e prefeitos. Sofremos um baque na economia. Não foi um baque grande, mas sofremos. Dá para vencer, estamos vencendo. O que existe é que as pessoas têm sede de poder. A minha cadeira, para quem quer trabalhar com honestidade, não é fácil. Para quem trabalhar como quase todos os governos que me antecederam, é mais tranquilo”.

Neste contexto, o mandatário assestou a corrupção dos governos anteriores e as mudanças que realizou: “Vencemos dois anos e quatro meses sem um ato de corrupção. É obrigação minha? É. Mas não acontecia no passado. Tinha sempre escândalos de corrupção. Isso mata o futuro de nossos filhos e netos. Sempre lutei pelo que acredito que é certo e continuo dizendo: Só Deus me tira daquela cadeira”.

O presidente também comentou a situação do país, em relação ao combate à pandemia e aos reflexos econômicos das medidas restritivas impostas por governadores e prefeitos a pretexto de combater a pandemia, além de criticar CPI instalada no Senado Federal. O presidente afirmou que os cidadãos precisam cobrar dos políticos e votar com consciência nas próximas eleições. Bolsonaro disse: “tem que se preocupar com política, não pode votar com o coração. Vota com a razão!”. 

Bolsonaro defendeu o voto impresso auditável, dizendo: “Estamos lutando pelo voto auditável, para evitar suspeitas de fraude, para que a gente possa melhorar”. 

O presidente falou que é possível promover melhoras também no Judiciário. Bolsonaro lembrou que uma vaga será aberta no Supremo Tribunal Federal em breve, e afirmou: “Vocês já sabem que em 4 de julho aí, vai ser um terrivelmente evangélico. Tem um cotado aí, mas não está certo ainda”. O presidente acrescentou: “Deus é essencial em todos os lugares, e o Supremo é um local em que… eu não sei qual é o superlativo de essencial. Essencialíssimo? Deve ser”. 

O presidente disse: "A gente faz as coisas em paz, com tranquilidade. Sabendo que um dia vai morrer. Todo mundo deve fazer sua parte, lutar por aquilo que é melhor. Lutar contra o que é ruim, o mal está aí. Mas a gente vence sempre. Isso faz bem para nós, enquanto estamos aí”. Neste contexto, o representante fez severas críticas à velha imprensa: “A ira da imprensa, em parte, é o dinheiro que eles não têm mais. Imaginem, em 2018, eu, com o escrito na mão, Deus, Pátria, Família, lá dentro da rede Globo. E, depois, baixou um… na Miriam Leitão. Repararam que jornalista não se aventura em cargos políticos? Não são candidatos? Só sabem criticar. Há mais de dois anos a Globo não entra aqui. Aqui a Globo não entra mais. O Nelson Piquet chamou a Globo de lixo, mas quero discordar dele, pois lixo é reciclável. Aquilo é um chorume que destrói tudo. Parece que estão vendendo a Revista Época. Mais uma porcaria que vai deixar de frequentar as bancas de jornais de todo o País. Se bem que eu acho que ninguém compra essas porcarias aí”.

Nesta toada, uma cidadã declarou: “Oramos a Deus pelo senhor e agradecemos que o senhor não tem desistido, mesmo diante de tantas adversidades”.


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...