quarta-feira, 5 de maio de 2021

Bolsonaro é aclamado como 'mito' em aeroporto e concede coletiva: Putin, decreto, China, STF


Após receber, no aeroporto do Galeão, um brasileiro que estava preso na Rússia e foi libertado, o presidente Jair Bolsonaro concedeu uma entrevista coletiva, quando falou, entre outros temas, da relação do Brasil com a Rússia e com outros países. Bolsonaro disse: “"Eu sou muito próximo do Putin. Nunca neguei isso. Ele mesmo fez uma saudação para mim recentemente. Nunca me afastei da China. A China precisa comprar o que produzimos aqui. O mesmo com os Estados Unidos, mesmo mudando o presidente". 

Questionado sobre as vacinas, Bolsonaro lembrou que a primeira vacina do mundo foi aplicada em dezembro de 2020, e no Brasil a vacinação começou em janeiro. O presidente também questionou por que a imprensa se recusa a mencionar a China em relação à pandemia. O presidente disse: "Eu sei o que é guerra bacteriológica, química, nucl*. Vocês não falam de onde nasceu o vírus, vocês da imprensa. Eu não falei da China. É muita maldade tentar criar atrito com um país importante para nós. Eu falei do artigo 5º da Constituição e falei que será um pleonasmo abusivo".

O presidente cobrou respeito aos direitos fundamentais dos brasileiros. Bolsonaro disse: “o art. 5º é cláusula pétrea, não pode ser modificado nem por emenda à Constituição. Vou ter que assinar um decreto para dar liberdade a esse povo nosso?”. O presidente lembrou o auxílio emergencial e afirmou que o Brasil não pode continuar a se endividar, sendo necessária a volta à atividade econômica. 


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...