quinta-feira, 13 de maio de 2021

Bolsonaro toma medidas judiciais e se revolta ao desmentir matéria do Estadão sobre 'orçamento secreto': 'Idiotas!'


Durante sua live semanal, o presidente Jair Bolsonaro rebateu matérias fabricadas pelo jornal O Estado de São Paulo, que atribuiu ao governo um suposto orçamento secreto. O presidente lembrou que a quantia atribuída ao suposto orçamento é semelhante à perda da velha imprensa em seu governo, e ridicularizou as acusações, irritando-se com os jornalistas, que chamou de “idiotas” e “jumento”. 

O presidente pediu ao Ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, que explicasse as medidas tomadas contra o jornal. O ministro esclareceu que o Orçamento é público e nada tem de secreto, e que as verbas referidas pelo jornal surgiram de uma emenda ao Orçamento, criada pelo Congresso Nacional, que chegou a ser vetada pelo Executivo. O veto foi derrubado pelo Congresso. Marinho explicou que os R$ 3 bilhões são destinados de acordo com a discricionariedade de cada parlamentar, que indica por meio de ofício. O ministro também refutou outra acusação falsa, sobre suposto superfaturamento de tratores, relatando que os tratores em questão sequer foram comprados. 

Ao longo da semana, o ministro publicou, pelas redes sociais, ofícios assinados por parlamentares de esquerda, mostrando que foram igualmente atendidos e pondo por terra a narrativa de que os recursos beneficiariam exclusivamente a base do governo, servindo como moeda de troca. 

Rogério Marinho afirmou que o governo Bolsonaro tem se preocupado muito em não repetir erros dos governos anteriores e disse: “não rouba e não deixa roubar”. Marinho relatou que já solicitou investigações da Polícia Federal e da Controladoria-Geral da União, e que encaminhou ao jornal um pedido de retratação: “vamos aguardar que o jornal faça essa retratação para evitar que tenhamos que entrar com uma ação judicial”. 


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...