segunda-feira, 10 de maio de 2021

Deputada Bia Kicis rebate jornalista da CNN e aponta culpa de ativismo judicial para desfecho de operação em Jacarezinho


Em pronunciamento ao vivo, a deputada federal Bia Kicis, aliada do presidente Jair Bolsonaro, abordou os impactos deletérios do desregrado ativismo judicial perpetrado pelo STF e por outras instâncias do Judiciário e rebateu, entre outros, uma jornalista da CNN ao comentar operação policial na favela do Jacarezinho.

A deputada explicou a urgência de projeto para cingir a intrusão ideológica do STF e do Judiciário em outros poderes: “O ativismo judicial pode ser muito danoso e pode ser, sim, considerado crime de responsabilidade. Por isso, é importante aprovarmos a lei. Pode, sim, ser passível de impeachment. É claro que o Senado vai julgar. Não quer dizer que deu uma sentença, fez um ativismo e vai sofrer impeachment. Há as circunstâncias”.

A parlamentar rebateu: “A gente viu repórteres fazendo um papel vexaminoso e dizendo que, se estavam armados, não sabiam atirar. A população não aguenta mais isso e os próprios moradores não aguentam mais serem reféns de bandidos”.

Dessa forma, ela desabafou: “O que a gente vê, para tristeza e revolta da população, boa parte da mídia, de parlamentares e de políticos defendendo os traficantes em vez de defender o que a polícia tem que fazer. A gente sabe que, no Rio de Janeiro, uma boa parte do território, 40%, o estado nem entra mais. Querem transformar o Brasil em uma Venezuela, é isso”.

Bia Kicis também referenciou declarações do subsecretário Rodrigo Oliveira, o qual criticou atos de ativismo judicial: “Por conta de decisões e do ativismo judicial, foi dificultada a atuação da polícia em algumas localidades. O resultado disso é o fortalecimento do tráfico. Quanto menos operações, mais expandiu seus domínios”. Em meados de 2020, o ministro Edson Fachin, do STF, concedeu uma liminar proibindo operações policiais em favelas durante a pandemia, autorizando ações tão-somente em “hipóteses absolutamente excepcionais” que seriam justificadas ao MP por escrito.


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...