sexta-feira, 21 de maio de 2021

‘Não importa o que o depoente diga, a oposição continua com sua narrativa, negando os fatos’, diz senador Marcos Rogério sobre CPI da pandemia


Em entrevista coletiva após o depoimento do ex-ministro General Eduardo Pazuello à CPI da pandemia, o senador Marcos Rogério afirmou que, após o depoimento, “a CPI começa a tomar um novo rumo”. O senador apontou que o comando da CPI ignora as respostas dos depoentes e mantém sua narrativa independentemente dos fatos apresentados. 

Marcos Rogério disse: “está muito claro que não importa o que o depoente diga, a oposição continua com sua narrativa, negando os fatos, não reconhecendo os dados, insistindo na mesma narrativa, uma narrativa que acusa sempre. O relator tem se mostrado mais como um promotor de acusação do que como um relator”. Ele prosseguiu: “ele acusa o tempo todo. E a oposição segue nessa mesma direção, acusando sempre, não importa o que venha por parte de quem está depondo”. 

O senador afirmou que os fatos narrados sobre a crise do oxigênio no Amazonas mostra inequivocamente a necessidade de convocar o governador do estado. Marcos Rogério lembrou: “houve pedido de intervenção no estado do Amazonas, houve pedido de prisão do governador, pedido de afastamento do cargo. Nós temos operações da PF que apontam para  a hipótese de crimes cometidos no âmbito dos estados e municípios. Não pode haver, por parte da CPI, blindagem aos estados”.

O senador lembrou que, quando mostrou vídeos dos governadores, senadores se mobilizaram para defendê-los, escancarando o movimento de blindagem existente na CPI. O senador afirmou que “há um movimento político muito claro que tenta colocar o carimbo de culpado no peito do PR  e tenta blindar estados e municípios”. 

Veja trechos da coletiva do senador Marcos Rogério.


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...